Alex Stamos, chefe de segurança do Facebook, espera ver o fim do Adobe Flash em breve

Logo do Adobe Flash Player

Segundo Alex Stamos, novo chefe de segurança do Facebook, "chegou a hora da Adobe anunciar uma data para o fim do Flash e pedir para os navegadores configurarem killbits [instruções dos browsers para deixar de usar uma determinada função baseada no ActiveX] no mesmo dia". A mensagem foi publicada em seu perfil oficial no Twitter.

"Mesmo que seja daqui a 18 meses, uma data definida é a única forma de separar as dependências e atualizar todo o ecossistema de uma vez", completou, em outro tweet. Especula-se que o motivo pelo qual levou o novo chefe de segurança do Facebook a expressar sua opinião foram os documentos do Hacking Team que revelaram uma falha crítica no plugin.

Nos últimos anos, o Flash perdeu todo seu espaço nos dispositivos móveis. A Adobe abandonou a plataforma no Android e Steve Jobs sempre foi contra inclui-lo no iOS. Recentemente a Google anunciou que o navegador Chrome passará a pausar conteúdos em Flash que for considerado desnecessário pelo algoritmo da empresa.

Além disso, desde janeiro, a Google deixou de utilizar o Flash como padrão no YouTube para a execução de vídeos e passou a utilizar definitivamente o HTML5.


FONTE: Tecmundo | Adrenaline

COMENTÁRIOS