Baboom: disponível o serviço de streaming de músicas idealizado por Kim Dotcom


Baboom, o serviços de streaming de músicas idealizado por Kim Dotcom, já está disponível e promete desafiar plataformas já estabelecidas, como o Spotify, no qual está sendo pressionado pelas gravadoras para que encerre de uma vez as assinaturas gratuitas do serviço, e o recém-lançado Apple Music.

No Baboom, o pagamento dos artistas será feito de modo direto, sem intermediários. Sem falar que 90% do lucro obitido pela plataforma serão repassados aos músicos. Isso porque o sistema de distribuição de receita é diferente do adotado pela maioria dos serviços concorrentes, que paga o artista de acordo com sua popularidade e através de intermediadores.

“Autores têm dificuldades em ser recompensados por seu trabalho. É por isso que Baboom permite o pagamento direto a cada escritor, intérprete ou detentor dos direitos autorais. O dinheiro é dividido a partir da fonte. É simples assim!”, diz a narração do vídeo de lançamento que você confere logo abaixo:



O serviço oferece dois os tipos de assinatura: na standard, a reprodução de músicas pode ser feita de modo gratuito e contará com anúncios, porém, as propagandas serão tocadas durante o intervalo entre as faixas. Além disso, será possível criar coleções com até 100 músicas e adquirir álbuns disponibilizados pelo Baboom.

Já no pacote premium, a mensalidade é de US$ 10 onde será possível criar coleções sem nem um tipo de limitação, reproduzir o app em vários dispositivos e ter acesso a “experiências exclusivas” – tais como a organização de eventos e emissão de bilhetes customizados.

Só resta esperar para vermos como a plataforma será recebida pelos músicos e seus fãs. Atualmente o catalogo de músicas do Baboom não é tão gigantesco, como os demais concorrentes. No entanto, a plataforma pode rapidamente conquistar a simpatia por parte dos artistas.


FONTE: Tecmundo

COMENTÁRIOS