De acordo com a Valve, os desenvolvedores não precisarão fazer jogos com DirectX 12


Vulkan é a nova API do The Khronos Group, consorcio que também é responsável pelo OpenGL, no qual seu desenvolvimento sempre foi lento e muitas das suas características geralmente chegaram anos depois de serem implementadas no DirectX.

Houve um tempo quando OpenGL e DirectX estavam brigando de igual para igual, mas a Microsoft conseguiu suportar diversos fabricantes de hardware. Agora, parece que o desenvolvimento do OpenGL pegou o ritmo mais uma vez. No entanto, os desenvolvedores do The Khronos Group também estão trabalhando em uma nova tecnologia, o Vulkan, considerado o sucessor do OpenGL.

Você não vai precisar fazer um jogo com DirectX 12

Dan Ginsburg, engenheiro da Valve, subiu ao palco na SIGGRAPH 2015 e falou um pouco sobre o estado atual da API Vulkan. Confira a palestra completa no vídeo abaixo:



Entre suas declarações, Ginsburg disse: "Vulkan é o caminho certo a seguir para alimentar a próxima geração de jogos de alto desempenho. A menos que você esteja ansioso o suficiente para estar desenvolvendo um jogo com DirectX 12 este ano, eu diria que não há muita razão para nunca criar um backend DirectX 12 para o seu jogo, e a razão para isso é que Vulkan trará suporte também para você no Windows 10, na mesma classe de hardware, além do seu game ser multiplataforma".

A vantagem da API Vulkan é que é multi-plataforma, ao contrário do DirectX 12, que só roda no Windows e Xbox One. Isto é realmente o que a Valve está procurando, uma vez que em breve lançará as Steam Machines, juntamente com o SteamOS, um sistema operacional baseado no kernel Linux.


FONTE: SoftpediaThe Khronos Group/YouTube


COMENTÁRIOS