Será que as Steam Machines podem destruir o reinado dos consoles? Conheça oito razões para isso


Foi no mês de setembro de 2013 que a Valve anunciou oficialmente as Steam Machines, dispositivos criados com o objetivo de levar a experiência de jogos de PC para a sala, assim como acontece com os consoles. Na época, muitas coisas foram especuladas, houve também uma enorme repercussão e onda de pessimismo... Enfim, pela primeira vez uma empresa famosa no mundo dos games abraçou o Linux como uma plataforma de jogos.

Agora, as Steam Machines estão prestes a serem lançadas oficialmente no mercado, algo que deve acontecer no dia 10 de novembro deste ano, no entanto, parece que na Internet poucas pessoas estão interessadas nos dispositivos da Valve, apesar do fato das Steam Machines deixarem os consoles da atual geração de cabelo em pé. Ou será que isso acontece porque ninguém realmente sabe o que pensar sobre as misteriosas Steam Machines?

Seja qual for o caso, as pessoas devem  prestar atenção. As Steam Machines possuem muitas vantagens sobre os reis históricos de jogos da sala de estar. A única coisa que está faltando – e é uma coisa muito grande – é a história ilustre do PS4 e Xbox One, que passaram anos construindo seguidores zelosos de fãs que vão ser difícil de afasta-los de seus respectivos consoles.

As oito razões que podem fazer com que as Steam Machines acabem com o reinado dos consoles

Será que realmente as Steam Machines podem acabar com o reinado dos consoles na sala de estar? Pensando nisso, o pessoal do site What Culture reuniu oito razões que podem fazer você pensar um pouco sobre o assunto, confira agora:

8. As Steam Machines vão ser lançadas com mais de 1500 jogos

Como você já deve saber, o SteamOS, o sistema operacional das Steam Machines, é baseado no Debian GNU/Linux e, no momento em que escrevo este artigo, a plataforma Linux já possui no Steam mais de 1500 jogos (no momento em que escrevo este artigo, mais precisamente 1567) e será de fato maior do que os atuais jogos das bibliotecas do PS4 e Xbox One, mesmo alguns anos depois de seus lançamentos.

No entanto, vale ressaltar que alguns desses jogos já foram lançados em outras plataformas há algum tempo. Mas o que é impressionante é o aumento nos jogos compatíveis com Linux desde a chegada do SteamOS. Em outubro de 2014, havia apenas cerca de 700 jogos compatíveis. Sendo assim, em um único ano, o lançamento de jogos para Linux no Steam mais do que duplicou.

A chegada das Steam Machines e da API Vulkan deve acelerar ainda mais o lançamento de jogos compatíveis com a plataforma Linux. A própria Valve já disse que não tem porque desenvolver games em DirectX 12, pois o Vulkan estará em tudo.

7. São totalmente consumerizáveis, além de ser possível fazer upgrade

As Steam Machine são totalmente customizáveis, diferentemente do que aconete com o PS4 e Xbox One, onde uma das maiores customizações que o usuário pode fazer é trocar o disco rígido. Quando se trata de valores, há pouca diferença entre uma Steam Machines e seus rivais, mas o fato de que os dispositivos da Valve são livres para ajustes, há uma boa vantagem sobre a concorrência.


A Steam Machine da Syber, que você vê na imagem logo acima, por exemplo, custa em torno de US$549, vem com um processador Intel i3-4160, uma GPU GeForce GTX 750, 4GB de RAM e disco rígido de 500GB. O PS4 e Xbox One possuem especificações similares, além da vantagem de possuírem 8GB de RAM cada. Mas, com uma Steam Machine, você pode fazer upgrade para 12GB de RAM sem se preocupar muito com isso.

6. Preços muito mais baixos para praticamente os mesmos games


Se você comprar um PS4 ou Xbox One, você está essencialmente vinculado a qualquer ecossistema do console. Publishers precisam pagar taxas de licenciamento para a Microsoft e Sony para lançar seus jogos em seus consoles, e no crescente mercado de downloads digitais, ambos os consoles estão no controle completo graças ao Xbox Marketplace e PlayStation Store.

O mercado de jogos para PC é muito mais competitivo. Claro, as Steam Machines da Valve são concebidas de uma forma que incentiva você a comprar títulos diretamente do Steam, mas você pode facilmente ir a qualquer uma das centenas de lojas de vendas digitais de jogos na internet e comprar seus games através deles. Isso facilita que o usuário possa comprar seus jogos com os melhores preços.

Isto, combinado com o fato de que os estúdios não precisam pagar para liberar seus jogos no PC, significa que você pode encontrar jogos com preços muito mais baixos no lançamento, e esses games também vão ter seus preço reduzidos muito mais rápido após o lançamento. Aguarde alguns meses e você estará comprando com a metade do preço ou menos para um título de PC direto da sala de estar.

5. São várias opções para se ajustarem com o seu orçamento

Entre os vários modelos de Steam Machines, entra também as diferentes faixas de preços nos quais você será capaz de obter um desses dispositivos, dependendo de quão poderoso você quer que seja. Atualmente, as Steam Machines de 14 fabricantes diferentes listadas na loja do Steam possuem preços que variam de US$449, entre um longo caminho, até US$5000.

As Steam Machines mais baratas – da Alienware e Syber – custam US$449 e US$499 respectivamente. Esses modelos tem aproximadamente potencia semelhantes a um PS4 e um Xbox One (mesmo que a Alienware com a GeForce GTX 860m é claramente mais fraca) e podem, como foi mencionado anteriormente, serem customizadas.

Mais se você tem um orçamento maior, poderá escolher entre os modelos de Steam Machines muito mais parrudas. Nem é preciso dizer que se você comprar um dispositivo a partir dos US$700, você terá em suas mãos uma Steam Machine que vai espancar o PS4 e Xbox One em termos de performance.

4. Você não precisa pagar para jogar online

Diferente do que acontece nos consoles com os seus Xbox Live e PlayStation Plus, com uma Steam Machine você não vai precisar pagar para ter o privilégio de jogar online.

Desde o início, você será capaz de jogar online, multi-plataforma, contra outros jogadores gratuitamente. A interface do Steam para jogos online também é simples e dispõe de todas as vantagens encontradas no PS4 e Xbox One.

3. O Steam Controller pode ser o melhor gamepad em todos os momentos

Desde a sua primeira aparição, que aconteceu no final de 2013, o Steam Controller passou por várias mudanças importantes e, finalmente, acabou se tornando um projeto que se concentra em dois trackpads versáteis com haptic feedback – prometendo ter a mesma precisão de um teclado/mouse com o conforto de um gamepad.


O feedback inicial do Steam Controller nos dar ao entender que é toda uma nova maneira de usar um gamepad e, após o jogador se acostumar depois de um tempo, o periférico pode finalmente oferecer na jogatina dos usuários de console a experiência precisa que sempre sonhavam em ter.

2. Você tanto pode usar um teclado/mouse ou um gamepad do PS4 e Xbox


Não quer aprender algo novo com o Steam Controller e quer ficar naquele que você conhece? Não tem problema, pois as Steam Machines permitem que você use qualquer gamepad de sua escolha em sues jogos. Então, você pode simplesmente ligar um controle com fio do Xbox 360 ou Xbox One e ele vai funcionar imediatamente.

Supondo que você não queira jogar com teclado e mouse, a mesma coisa acontece se você conetar o controle do PS4, ele vai simplesmente funcionar com o SteamOS. No entanto, em alguns momentos você irá precisar configura-lo. Para isso, basta ir em Configurações > Controle no Big Picture.

Em resumo, você pode ter uma coleção eclética de controles para a sua Steam Machine, ou seus amigos podem trazer os periféricos do PS4 e Xbox One para as sessões de jogos – durante os quais eles vão ter secretamente inveja de quão versátil o seu misterioso e novo console de jogos.

1. Você pode usar a sua Steam Machine como um PC

Obviamente, o principal objetivo das Steam Machines é de ser um console e não um PC. Quando você liga uma Steam Machine, o sistema vai direto para o modo 'Big Picture' do Steam, que é a interface ideal para a sala de estar e para gamepad, algo equivalente ao dashboard do PS4 ou Xbox One. Isto é exatamente o que um dono de uma Steam Machine vai querer – uma interface confortável em uma máquina que é mais poderosa do que os consoles rivais.

Mas, por baixo do Big Picture, está o SteamOS que é essencialmente baseado na popular distribuição Linux Debian. Com apenas alguns cliques, você pode facilmente ter acesso ao ambiente gráfico GNOME e utilizar a sua Steam Machine como qualquer PC.
Isso significa que é possível levar sua Steam Machine da sala de estar para o quarto, ativar a área de trabalho e instalar os navegadores de sua preferência, como o Google Chrome ou Firefox, por exemplo. Embora, ao menos por enquanto, ainda não exista aplicativo do YouTube ou Netflix dedicados ao SteamOS, você pode simplesmente acessá-los – e quaisquer outros serviços online de streaming – usando apenas os navegadores de Internet. Além disso, você também pode usar a área de trabalho para organizar e gerenciar suas coleções de imagens, músicas, vídeos e documentos, exatamente como em um PC, se assim desejar.

As Steam Machines podem realmente destruir o reinado dos consoles?

Com as oito razões que sitamos anteriormente, fica claro de que realmente as Steam Machines podem sim acabar com o reinado dos consoles. Entretanto, o que resta é esperar para saber qual será a reação do público, princialmente aqui no Brasil. Você já deve ter percebido que a maioria dos grandes portais de noticias sobre tecnologia (e muitas vezes sobre games) nem se quer fazem ideia do que esses dispositivos são capazes de fazer e nem se quer dão a devida atenção, talvez pelo preconceito com o Linux, e acabam levando tudo ao esquecimento.

E, por consequência, as pessoas acabam pensando que é apenas um tiro às cegas da Valve em trazer uma novidade como esta, que é a de levar todo o poder de um PC para a comodidade de uma sala de estar, isso sem que as pessoas se preocupem com o espaço em seus racks ou estantes e, além disso, por investir tanto na plataforma Linux.

Apesar de tudo isso...

Mesmo com todas as vantagens de uma Steam Machine, muitas pessoas ficam com o pé atrás com os dispositivos da Valve, principalmente quando o assunto são os jogos. Mas o fato é que o cenário dos games na plataforma Linux está em constante crescimento, quem está sempre ligado no LinuxBuzz sabe muito bem disso. Atualmente, a adoção das pessoas com as Steam Machines dependem muito disso.

Uma coisa é certa, as Steam Machine terão um espaço garantido no coração dos usuários, mesmo que grandes estúdios, como a Rockstar, demorem um tempo para portar seus jogos para a plataforma Linux.

E você? Deixe a sua opinião nos comentários e compartilhe com a gente e com a galera tudo o que você pensa das, agora não tão misteriosas assim, Steam Machines.


FONTE: Robert Zak/What Culture | Wikipédia
IMAGENS: Robert Zak/What Culture | CyberPowerPC

COMENTÁRIOS