De acordo com executiva da Mozilla, a fundação não precisa mais do dinheiro do Google


Em meados de 2014, a Mozilla decidiu trocar o Google por outros buscadores no Firefox, ano em que 98% da receita de US$ 330 milhões foram arrecadados em função de parcerias com diversos mecanismos de buscas e os resultados para este ano são ainda mais promissores. Atualmente, a fundação pode afirmar que não precisa mais do dinheiro da antiga parceira - tanto que não recebe mais nenhum centavo da "gigante das buscas".

Hoje em dia, a fundação está utilizando no Firefox o Yahoo!, Yandex e Baidu como ferramentas de pesquisa nos EUA, Rússia e China, respectivamente. “Não precisamos de uma relação comercial com a Google nesta altura”, disse Denelle Dixon-Thayer, diretora de negócios e responsável por assuntos jurídicos da Mozilla.

“Estamos realmente ansiosos para compartilhar nossos resultados no próximo ano. 2015 vai mostrar a continuidade da força de nossos resultados financeiros”, observou ainda Cook. Os resultados fiscais da Mozilla deverão ser publicados durante o primeiro trimestre de 2016.


FONTE: Tecmundo

COMENTÁRIOS