Lançada a primeira versão do driver DDX open source AMDGPU para as novas GPUs da AMD


Michel Dänzer, engenheiro da AMD, teve o prazer de anunciar a primeira versão estável do driver de vídeo DDX (Device Dependent X) para usar em conjunto com o driver do kernel AMDGPU. Estamos falando do xf86-video-amdgpu 1.0.0 que, de acordo com Dänzer, trata-se de um fork do também open source xf86-video-ati, responsável por lidar com GPUs não tão novas da AMD.

O novo driver xf86-video-amdgpu possui suporte apenas para as novas placas de vídeo do tipo Tonga, Fiji, Carrizo, Stoney e Iceland. Isso significa que quem não possuir uma das mais recentes GPUs da AMD, deverá continuar utilizando o xf86-video-ati. Para quem ainda não está familiarizado com o assunto, o driver do kernel AMDGPU foi introduzido a partir do Linux Kernel 4.2, padrão no Ubuntu 15.10, por exemplo.

"Esta é a versão inicial do driver xf86-video-amdgpu. Foi adaptado do driver radeon xf86-video-ati e modificado para suportar o driver do kernel amdgpu via libdrm_amdgpu e por extensão as últimas famílias de GPUs da AMD Tonga, Carrizo, Iceland, Fiji e Stoney", diz Michel Dänzer.

Além disso, em seu anúncio, Dänzer revela que algumas funcionalidades do driver de vídeo xf86-video-amdgpu foram removidas pois não são relevantes para as GPUs suportadas pelo driver do kernel AMDGPU. Entretanto, isso não deve interferir em nada, sem falar que ambos os drivers de vídeo responsáveis por lidar com GPUs da AMD estão mais ou menos no mesmo nível em relação à funcionalidades e em correções de bugs.

Para quem está curioso e quer experimentar o novo driver de vídeo, provavelmente ele estará disponível muito em breve nos repositórios oficiais de diversas distribuições Linux. Para mais informações, você pode conferir o anúncio oficial através deste link.


FONTE: Softpedia | X.Org Announce

COMENTÁRIOS