Linux Kernel 4.4 terá melhorias para diversos drivers, inclusive para o AMDGPU


Como de costume, o próximo Linux Kernel 4.4 chegará recheado de melhorias e novos recursos. Entre as novidades, está as atualizações para os drivers DRM (Direct Rendering Manager), algo que deve melhorar significativamente o suporte a novos hardwares, principalmente nos produtos da AMD, que perde feio para a sua principal concorrente na plataforma Linux.

Confira agora as novidades relacionadas com os drivers DRM e fique por dentro de algumas novidades que irão chegar com o novo Linux Kernel 4.4:
  • O driver AMDGPU, responsável por proporcionar suporte aos hardwares Tonga/Fiji/Carrizo, recebeu algumas atualizações interessantes. O agendador da GPU — agenda diversos aplicativos na GPU, de acordo com a prioridade — é ativado por padrão, há novas opções de depuração GPUVM, adicionado o suporte a AMD APU Stoney, agora são suportados novos opcodes AtomBIOS e muito mais;
  • O driver DRM Radeon, responsável por implementar o suporte para a maioria das GPUs da AMD, apenas tem algumas correções e um mais eficiente comando verificador de stream;
  • Há o novo driver DRM VirtIO VirGL para o uso com o código do Gallium3D Virgl e QEMU 2.5+, proporcionando aceleração gráfica no Linux em máquinas virtuais convidadas;
  • O driver DRM da Intel tem trabalhado com o frame-buffer de compressão, suporte para HPD A, correções para Skylake, fastboot por padrão para alguns sistemas, mais melhorias para Broxton, entre outras alterações;
  • Mais melhorias para o mode-setting, incluindo suporte ao FBDEV e novos ajudantes para o gerenciamento de energia em tempo de execução;
  • O driver KMS (Kernel Mode Setting) Raspberry Pi estará disponível no Linux Kernel 4.4. No entanto, ainda não há aceleração de hardware ou gerenciamento de energia para esta versão do kernel, servindo apenas para o mode-setting;
  • O driver DRM Nouveau tem mais melhorias para o GK20A (Tegra K1) da NVIDIA, melhorias de estabilidade para o Kepler GDDR5 PLL, melhorias no suporte experimental para a seleção de nível de desempenho (também conhecido como "reclocking") em algumas GPUs mais antigas e muito mais;
  • Suporte ao Snapdragon 820 no driver DRM Freedreno MSM;
  • Várias correções e melhorias para os drivers DRM menores.

Vale comentar que o Linux Kernel 4.4 será uma versão LTS  (de suporte a longo prazo), tendo seu suporte prolongado em um período de 2 anos. Assim que saírem mais informações sobre as principais novidades do novo Linux Kernel 4.4 manteremos você informado.


FONTE: Phoronix

COMENTÁRIOS