Desembargador manda liberar o WhatsApp em todo o país


A Justiça de São Paulo determinou que o aplicativo WhatsApp, um dos mensageiro instantâneo mais utilizado entre os brasileiros, principalmente nos dispositivos móveis, seja bloqueado por todas as operadoras de telefonia brasileiras a partir das 0h00 desta quinta-feira, 17 de dezembro, o app terá que ser impedido de funcionar pelas prestadoras sob pena de multa. O app deve ficar bloqueado por 48 horas, dois dias inteiros.

Com tudo, o desembargador Xavier de Souza, da 11ª Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo, acaba de determinar o desbloqueio do mensageiro em todo o Brasil. Para nossa alegria!

O desembargador já tinha precedentes favoráveis em relação ao desbloqueio do WhatsApp em outras duas decisões envolvendo impugnação de quebra de sigilo – exatamente aquilo que acabou resultando no bloqueio do aplicativo. A partir de agora, as operadoras serão comunicadas, e o funcionamento do serviço deve voltar ao normal ao longo do dia.

 Mark Zuckerberg lamenta bloqueio do WhatsApp no Brasil

Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, que adquiriu o WhatsApp em 2014, fez uma publicação na rede social a respeito da proibição judicial determinada pela Justiça de São Paulo. "dia triste para o país", diz Zuckerberg.

Ainda, de acordo com Mark Zuckerberg, o país sempre lutou para criar uma internet livre e tem nos brasileiros um povo apaixonado pela troca de mensagens online. Ele também se diz "chocado" que a decisão de um único juiz a respeito de um só caso seja capaz de retirar o serviço do ar para todos os 100 milhões de usuários nacionais. Confira a publicação completa do Zuckerberg:

Tonight, a Brazilian judge blocked WhatsApp for more than 100 million people who rely on it in her country.We are...

Posted by Mark Zuckerberg on Quinta, 17 de dezembro de 2015


FONTE: TecMundo[1] | [2] | [3]

COMENTÁRIOS