Você pode ajudar a AMD a trazer o suporte ao Vulkan para GPUs mais antigas da fabricante


A AMD revelou ao site Phoronix que só vai oferecer suporte a nova API Vulkan na plataforma Linux através do seu driver de vídeo open source AMDGPU, que já vem implementado nas versões mais recentes do Linux Kernel (4.2 e mais novos). Porém, o driver foi pensado apenas para os novos e futuros modelos de GPUs da fabricante, podendo deixar de lado as placas de vídeo mais antigas.

Com a AMD fornecendo apenas suporte ao Vulkan através do driver AMDGPU, apenas usuários que possuem os novos modelos de GPUs da fabricante como, por exemplo, Tonga, Carrizo, Iceland, Fiji e Stoney, poderão usufruir da nova API. Atualmente, o driver open source que lida com GPUs mais antigas da companhia, como as da série HD 7000, é o Radeon.


Vale ressaltar que, os futuros drivers proprietários da AMD vão trabalhar em conjunto com o open source AMDGPU, isso significa que nem mesmo o software oferecido pela companhia pode não oferecer suporte para as GPUs mais antigas, porém essa decisão agora está nas mãos da comunidade.

A Radeon R9 285 é a primeira placa de vídeo oficialmente suportada pelo driver AMDGPU.

Você pode ajudar a trazer o suporte ao Vulkan para GPUs mais antigas

De acordo com o site Phoronix, após algumas trocas de mensagens por email com Graham Sellers e Alex Deucher, ambos da AMD, ficou claro que a empresa não chegou a qualquer conclusão formal sobre adicionar o suporte para GPUs mais antigas no seu driver AMDGPU. No entanto, para por fim de uma vez por todas a esse problema, a comunidade pode trabalhar no driver, já que é open source, fazendo com que ele possa lidar com GPUs da série HD 7000.

"Se o driver de kernel open source amdgpu for capaz de iniciar e conversar com uma GPU pre-VI, o nosso driver Linux seria executado muito bem no modo de usuário. Honestamente, essa é a parte que está nos impedindo de suportar imediatamente [GPUs] pre-VI no Linux. [...] Como eu disse, não é a parte que será inicialmente de código fechado que carece de suporte, mas é a parte de código aberto. A comunidade tem acesso a isso agora", diz Graham Sellers.

Agora, só resta esperar e ver qual será o próximo passo da AMD sobre o suporte do driver AMDGPU com GPUs mais antigas e se membros da comunidade estarão dispostos em ajudar a empresa a resolver esse impasse.

Assim que saírem mais informações, ou seja, mais episódios dessa novela, manteremos você informado.


FONTE: Phoronix[1]  [2]
IMAGEM: Phoronix

COMENTÁRIOS