X-Apps: devs do Linux Mint querem trabalhar em seus próprios aplicativos


Os desenvolvedores do Linux Mint estão planejando trabalhar nos chamados X-Apps, novos aplicativos que estarão disponíveis nas edições Cinnamon, MATE e Xfce a partir da série 18.x da distribuição. A decisão foi tomada por conta das mudanças trazidas pelo ambiente gráfico GNOME 3.18 e pela base Ubuntu.

Diversos projetos já estão fazendo seus próprios aplicativos, principalmente quando os desenvolvedores não encontram o que desejam. Distros como Manjaro, Solus e elementary OS possuem as suas próprias aplicações e agora é a vez do Linux Mint entrar nesta lista.

"X-Apps será uma coleção de aplicativos GTK3 genéricos usando interfaces tradicionais que podem ser usados como componentes de desktop padrão no Cinnamon, MATE e Xfce. No Mint 18, os “X apps” nos permitirá manter uma aparência natural e um bom nível de integração, porque eles vão ser utilizados em substituição de aplicativos GNOME que agora são bem diferentes (usando headerbars e um layout diferenciado)", explica Clement Lefebvre, líder do projeto Linux Mint.

"A longo prazo, o projeto X-App nos permitirá inovar e desenvolver novas funcionalidades e melhorias nos próprios aplicativos (isso é algo que não poderia se fazer através de patches, forks temporários ou forks DE específicos de aplicações para o MATE porque era muito caro)", continuou Clement.

Os X-Apps serão "desktop-agnostic", em teoria, pelo menos para Cinnamon, MATE e Xfce. Isso permitirá que os desenvolvedores façam alterações e melhorias nas aplicações, sem exigir ajustes adicionais para cada ambiente gráfico, diferente do que acontece agora.

O primeiro X-App vai estrear com o Linux Mint 18.x, o editor de textos Xedit, que será baseado no Ubuntu 16.04 LTS e deverá ser lançado dois meses depois o anúncio oficial do SO da Canonical.

Xedit, editor de textos.

Mais detalhes sobre os X-Apps podem ser conferidos no anúncio oficial, através deste link.


FONTE: Softpedia | Linux Mint
IMAGEM: Linux Mint

COMENTÁRIOS