Segundo a Canonical, não há incompatibilidade de licença com o ZFS e Linux


Recentemente, a Canonical anunciou que o sistema de arquivos ZFS estará disponível no Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus), além de receber também suporte da empresa. Contudo, alguns usuários se questionaram se essa decisão não iria criar uma incompatibilidade de licença com o ZFS e Linux. Agora, a companhia, através de Dustin Kirkland, resolver esclarecer o assunto, deixando claro que isso não é um problema.

O ZFS (Z File System) é descrito como uma combinação de um gerenciador de volume (como o LVM) e um sistema de arquivos (como o Ext4, atual padrão no Ubuntu, XFS ou Btrfs), e está licenciado sob a CDDL (Common Development and Distribution License). Não se preocupe se você não ouvir sobre essa licença, pois não é muito comum utilizá-la.

Por outro lado, o Linux está licenciado sob a famosa GPLv2 (GNU General Public License Version 2) e essas duas licenças não são compatíveis um com a outra. Você não pode usar o código de cada um no mesmo binário, e é aí que toda a confusão começou.

O licenciamento do ZFS não será um problema

Os desenvolvedores do Ubuntu estão cientes das questões que foram levantadas pela comunidade, mas, obviamente, a Canonical já tinha descoberto este problema antes de anunciar o suporte oficial do ZFS no Ubuntu.

"Exceções equivalentes já existem há muitos anos, por vários outros stand alone, independentes, que não são GPL e até mesmo módulos proprietários (oi, nvidia.ko) no kernel. Concluímos que é bom para os usuários do Ubuntu, bom para Linux e bom para todo o software livre e open source", explica Dustin Kirkland.

Na verdade, esta questão é explicada e resolvida no site oficial do ZFS, na seção de perguntas e respostas. Os desenvolvedores explicam que nada em qualquer licença impede a sua distribuição sob a forma de um módulo de binário ou sob a forma de código fonte.

Em qualquer caso, o fato de que as pessoas têm perguntado sobre isso constantemente tem-se refletido na resposta enviada por Dustin Kirkland, que diz que a Canonical não está realmente interessada ​​em debater a compatibilidade de licença, mas a empresa só quer discutir a tecnologia.


FONTE: Softpedia | Ubuntu

COMENTÁRIOS