A Mozilla está novamente prometendo integração GTK3, mas agora para o Firefox 46.0


A Mozilla já vinha prometendo há algum tempo atrás que o seu navegador traria integração GTK3, novidade que poderia ter feito sua estreia no Firefox 45.0, lançado recentemente. Agora, os desenvolvedores do browser da raposa anunciaram o primeiro beta para a próxima versão estável, a 46, que deve trazer várias novidades, inclusive o suporte para o GTK3.

De alguma forma, isso deixa os usuários novamente animados com a estreia da integração GTK3, mas, ao mesmo tempo, não podemos deixar de lembrar o fato de que o novo recurso foi prometido para nós usuários Linux desde o Firefox 42.0, que foi lançado em novembro de 2015, sem suporte para implementação GTK3.

Hoje em dia, o suporte para GTK3 no Mozilla Firefox em distribuições Linux é amplamente necessário e, considerando o fato de que o Firefox é o navegador web padrão em inúmeros sistemas operacionais baseados no kernel Linux, incluindo o popular Ubuntu, precisamos do recurso o mais rápido possível.

Entre as vantagens obtidas com a integração GTK3, está o suporte mais rico para diferentes temas, deixando a aparência do browser muito mais agradável, melhorias para HiDPI, menos dependências para o X11, melhor compatibilidade com dispositivos de entrada e muito mais.

Além disso, entre as novidades presentes no Firefox 46.0 Beta, podemos citar correções de desempenho e estabilidade para WebRTC, suporte HKDF para a Web Crypto API, o compilador JavaScript JIT possui mais segurança e agora os sites que fazem uso do protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol) com formulário de login são destacados como inseguros, já que normalmente páginas desse tipo fazem uso do HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure).

A versão final do Firefox 46.0 está prevista para ser lançada em 19 de abril. Contudo, caso você não queira esperar e esteja disposto a testar a versão beta do navegador, é possível fazer download do código fonte clicando aqui (64-bits) ou aqui para sistemas de 32-bits.


FONTE: Softpedia | Mozilla

COMENTÁRIOS