Nova atualização de Dota 2 traz suporte para a API Vulkan


A Valve lançou nesta segunda-feira, 23 de maio, uma nova atualização para o seu MOBA "Dota 2" que traz o suporte para a Vulkan. A novidade foi possível graças a implementação da API na engine Source 2, que faz o uso de gráficos Vulkan em vez do OpenGL ou DirectX, no caso da plataforma Windows.

Atualmente, a novidade, ainda em sua fase beta, está disponível para o título através de uma DLC e o jogador deve iniciar o jogo com o parâmetro -vulkan para ativar o suporte para a API. Além disso, de acordo com a Valve, será necessário possuir uma placa de vídeo da NVIDIA da série 6000 (ou superior) com o driver de vídeo proprietário 364.16 (ou mais recente) ou AMD GCN 1.2 (GPUs Radeon R9 285 Tonga/Radeon R9 Fury Fiji, por exemplo) com o AMD GPU-PRO 16.20.3.

Infelizmente, quem faz uso dos gráficos integrados da Intel terá que ficar de fora, ao menos por enquanto, até que a empresa implemente o suporte para o título no seu driver Vulkan.

Como se trata de um suporte inicial, a companhia de Gabe Newell resolveu destacar alguns problemas conhecidos, como é o caso da plataforma Linux com GPUs da NVIDIA, onde o famoso "tearing" pode ser observado mesmo quando a sincronização vertical está ativado. Mas, felizmente, a "NVIDIA está ciente do problema e ele será corrigido no futuro através de uma atualização do driver".

Mais detalhes você pode encontrar no anúncio oficial, clicando aqui.


FONTE: Phoronix | Dota 2

COMENTÁRIOS