Life is Strange já está disponível para Linux e SteamOS; primeiro episódio é gratuito


A Feral Interactive, uma das principais empresas responsáveis por diversos ports de títulos para a plataforma Linux, anunciou nesta quinta-feira (21) que o aclamado Life is Strange já está disponível para o sistema do pinguim. Outra boa notícia, principalmente para aqueles que ainda não estão familiarizado com o jogo, é que o primeiro episódio pode ser baixado gratuitamente.

Antes que você pergunte, a empresa fez questão de liberar todos os cinco episódios do jogo para Linux e SteamOS ainda hoje, que é quando a primeira parte ficou oficialmente gratuita. Para quem não é familiarizado, saiba que o game tem como protagonista a estudante Max Caufield, que retorna para sua cidade natal para estudar em uma prestigiosa escola de artes. Após presenciar um assassinato, a jovem descobre ter a habilidade de voltar no tempo e, ao encontrar sua amiga de infância, Chloe, a dupla começa a investigar o desaparecimento de uma estudante do colégio.

Desenvolvido pela DONTNOD Entertainment, o jogo tornou-se um sucesso inesperado, chegando a 1 milhão de unidades vendias antes mesmo de seu quarto episódio ser lançado. O título também inspirou algumas campanhas beneficentes por parte da Square Enix, editora do game.

Requisitos mínimos para Life is Strange
  • Processador: Intel i3 ou AMD FX-6300
  • Memória: 4 GB de memória RAM
  • Placa de vídeo: NVIDIA GeForce 640 de 1 GB (driver NVIDIA 367.27), AMD Radeon R9 270 ou Intel Iris Pro 6200 (ambas Intel e AMD com Mesa 11.2)
Apesar de ser um port, o jogo roda bem

De acordo com o site GamingOnLinux, que testou o jogo, o desempenho tem sido muito bom. É perfeitamente jogável na resolução 4K com a NVIDIA GeForce GTX 980 Ti, apesar do game não ficar preso o tempo todo nos 60 FPS ou mais. Isso se dá pelo fato de que não é um título de ação, fazendo com que o jogador não precise necessariamente de quatros ultra rápidos.

Launcher personalizado pela Feral Interactive criado especialmente para Life is Strange.

Enquanto isso, na resolução 1080p, de acordo com o site, é possível alcançar bem mais que 100 FPS. Alem disso, é raro de se encontrar algum bug e o jogo funciona perfeitamente com o Steam Controller, mesmo quando não se está usando o modo Big Picture do Steam. Confira abaixo um pequeno gameplay no Linux, mas tenha cuidado com possíveis spoilers:



Life is Strange é o quarto título do catálogo da Square Enix que faz sua estreia na plataforma Linux. E não deve parar por ai, quem também pode dar as caras em um futuro próximo é Hitman, lançado no início deste ano. Para fazer download gratuitamente do primeiro episódio do jogo, não deixe de conferir a página oficial no Steam, clicando aqui.


FONTE: GamingOnLinux | Steam | UOL

COMENTÁRIOS