A Intel ainda está trabalhando no seu driver X.Org; sem previsão para novos lançamentos


Já faz três anos que o driver X.Org da Intel, o "xf86-video-intel", não ganha uma versão estável e quase dois anos se passaram desde o lançamento da sua última build de desenvolvimento (versão 2.99.917). Isso fez com que os desenvolvedores do Ubuntu e Debian procurassem outra alternativa, como já tínhamos revelado anteriormente. No entanto, felizmente, parece que a Intel ainda não abandonou o software de vez.

Segundo o site Phoronix, o código fonte no Git do driver foi atualizado na manhã desta terça-feira (02), o que significa que ele ainda está em desenvolvimento. Contudo, as alterações realizadas não são tão frequentes como costumava ser, surgindo commits quase a cada dois dias, em vez de todos os dias. Um dos solitários desenvolvedores da Intel Open-Source Technology Center trabalhando no software é Chris Wilson.

Ainda, segundo o site, entre os atuais destaques presentes no código fonte do driver, que poderiam estar disponíveis também na versão xf86-video-intel 3.0, caso essa fosse chegar nos próximos dias, é o uso da arquitetura de aceleração SNA, que pode oferecer um desempenho 2D muito mais rápido, se comparado com UXA, mas ainda há alguns problemas a serem superados. No entanto, o GLAMOR com o driver genérico xf86-video-modesetting, a futura abordagem do Ubuntu e Debian para lidar com os gráficos integrados da Intel, pode funcionar perfeitamente.

Será intrigante saber como irá desenrolar a situação do driver X.Org da Intel nos próximos meses e se algum dia, finalmente, haverá a versão 3.0. Também será interessante ver se mais distribuições Linux vão de fato adotar o xf86-video-modesetting com o GLAMOR, especialmente como o driver DDX (Device Dependent X) padrão para outros hardware que não são necessariamente da Intel.


FONTE: Phoronix

COMENTÁRIOS