Linux completa hoje, 25 de agosto, 25 anos de existência


Há exatamente 25 anos atrás, em 25 de agosto de 1991, que foi um domingo, Linus Benedict Torvalds revelava aos usuários do Minix (um sistema operacional Unix-like, ou seja, semelhante ao UNIX), que ele estava trabalhando em um sistema operacional de computador livre como um hobby. No entanto, na época, todo esse trabalho de Torvalds estava direcionado no kernel mais famoso do mundo: o Linux.

"Olá a todos que usam o minix - Eu estou fazendo um sistema operacional (gratuito) (apenas um hobby, não será grande e profissional como o gnu) para clones do 386 (486) AT. Ele esta sendo preparado desde abril e está começando a ficar pronto. Eu gostaria de algum comentário sobre coisas que as pessoas gostam/não gostam no minix, já que meu OS assemelha-se um pouco (mesmo layout físico do sistema de arquivos (devido a razões práticas) entre outras coisas)", diz o anúncio.

25 anos se passaram e, atualmente, podemos ver que o kernel Linux cresceu muito e está em todos os lugares ao nosso redor. O kernel criado por Linus Torvalds está presente em smartphones Android ou Ubuntu, assim como 99,9% dos sites que você acessa diariamente e, até mesmo, em geladeiras inteligentes ou em supercomputadores. Mesmo que você não possa vê-lo, o Linux está lá.

Toda a internet é alimentado por Linux! É usado em aviões, em seu roteador Wi-Fi, em smartwatches, Smart TVs e qualquer outro dispositivo inteligente que você tem na sua casa roda o kernel que possui como mascote o Tux, um pinguim super fofo, e que é amado, até mesmo, pela Microsoft.


E o desktop?

Com tantas coisas boas e cada vez mais barreiras sendo quebradas, onde o kernel pode ser adaptado e implementado onde você quiser, falta apenas que a criação de Linus Torvalds conquiste os usuários do desktop por meio de distribuições como Ubuntu (e distros baseadas), Manjaro e Fedora, por exemplo.

Graças a Valve, que abraçou de vez o sistema do pinguim, o pontapé inicial já foi dado, resultando na chegada de diversos jogos na plataforma, principalmente famosos títulos AAA, além das empresas Intel, AMD e NVIDIA passarem a dar mais atenção para os seus drivers para Linux, bem como a chegada da API Vulkan, que pode ser a carta na manga do pinguim no meio de tudo isso.

Não podemos nos esquecer também dos Chromebooks, os notebooks de baixo custo da Google que contam com o Chrome OS, um sistema operacional baseado no kernel Linux      ou seja, uma distribuição Linux       e que já venderam mais do que Macs nos EUA.

A equipe do LinuxBuzz deseja um feliz aniversário para o Linux! E você, não se esqueça de sussurrar "feliz aniversário Linux" ao fazer uma busca no Google ou quando puxar o seu smartphone Android do bolso para tirar uma selfie e compartilhar no Instagram.


COMENTÁRIOS