Feral Interactive quer que os usuários do Ubuntu obtenham sempre as últimas versões do Mesa


A Feral Interactive, uma das principais empresas que desenvolvem ports de jogos para a plataforma Linux, pediu para que a Canonical disponibilize no PPA "graphics-drivers" as últimas versões estáveis do Mesa para que os usuários do sistema operacional possam obter facilmente sempre os últimos lançamentos da biblioteca de gráficos 3D, que atualmente está na versão 13.0.1.

Para quem é usuário do driver proprietário da NVIDIA, provavelmente a melhor opção para quem quer obter o máximo desempenho da sua GPU "verdinha", a proposta apresentada pela empresa provavelmente não deve significar muito. Porém, caso a Canonical aprove o pedido do estúdio, os usuários de placas da AMD, bem como aqueles que fazem uso dos gráficos inteigados da Intel, poderão se beneficiar e muito, já que alguns títulos portados pela própria Feral já podem rodar sem muitos problemas em uma distribuição Linux que possua a última versão do Mesa.

"Cerca de um ano atrás, o PPA graphics-drivers foi criado para hospedar os drivers de vídeo mais recentes para os jogadores, este foi iniciado devido ao lançamento de Shadow Of Mordor que exigia drivers mais recentes do que os fornecidos pela Canonical para o Ubuntu. Isto [o PPA] se mostrou ser muito útil para os jogadores desde que foi lançado, no entanto, ele contém apenas drivers proprietários da Nvidia", destacou a Feral Interactive.

Além disso, a Feral Interactive ainda ressalta que não pode recomendar oficialmente para os usuários os PPAs Oibaf ou Padoka simplesmente por estes fazerem uso de versões instáveis do Mesa, obtidas diretamente do repositório Git do projeto, onde "muitas vezes contêm bugs graves que ainda estão sendo corrigidos."

Feral Interactive trabalha junto com o projeto Mesa

Para mostrar que não está de brincadeira e que realmente pretende apoiar os drivers open source no sistema do pinguim, a desenvolvedora revelou que está trabalhando juntamente com os desenvolvedores do projeto Mesa para que mais jogos possam rodar melhor em hardwares AMD e Intel.

"Nós temos trabalhado com a comunidade Mesa para ajudar a melhorar os drivers open source para que mais jogos possam ser executados em hardware AMD e Intel, e no último ano isso começou a ficar mais óbvio e o suporte tornou-se mais e mais viável quando se está usado os drivers mais recentes", afirmou a empresa.

"O maior problema que temos é que não há nenhuma maneira oficial para que um usuário possa baixar e instalar as últimas versões estáveis do Mesa. Por exemplo, a versão oficial do Mesa 13.0.1 não está disponível para instalar no Ubuntu, você precisa compilá-lo."

Além da Feral, outras desenvolvedoras de ports de jogos e estúdios de games que possuem interesse em publicar no Linux também poderão se beneficiar da iniciativa de adotar sempre as versões mais recentes e estáveis do Mesa.

"Quase todos os títulos da Feral se beneficiarão com a versão mais recente do Mesa, pois proporcionam desempenho, estabilidade e recursos muito necessários. Muitos títulos simplesmente não podem rodar sem os drivers mais recentes. Isso também vale para a maioria dos jogos de outros desenvolvedores também."

"Isso realmente deve ajudar a adoção dos drivers de vídeo mais recentes do Mesa, o que deve ajudar a melhorar a experiência que os usuários da AMD e da Intel têm ao usar o Ubuntu, pois terão acesso muito mais fácil aos drivers mais recentes. Estamos ansiosos para ver o que a comunidade pensa desta sugestão", concluiu.

Por um mundo com versões mais recentes do Mesa

A cada lançamento do Mesa, vem também grande melhorias, como é caso da próxima versão principal 13.1, que já promete exibir o OpenGL 4.5 como oficialmente suportado para GPUs AMD, deve contar com aperfeiçoamentos para os drivers Vulkan RADV (Radeon) e ANV (Intel) e muitas outras novidades.

Com o PPA graphics-drivers obtendo sempre as últimas versões da biblioteca de gráficos 3D, até mesmo os usuários cautelosos e que querem uma experiência estável poderão se beneficiar, já que não terão se que se arriscar utilizando repositórios instáveis para obter sempre as últimas versões dos drivers open source.

Isso também seria melhor para os novos lançamentos de jogos AAA, onde os desenvolvedores do Mesa poderiam liberar uma atualização com melhorias específicas para cada grande lançamento. Mas, até então, só nos resta esperar e ver até onde esta discussão irá chegar.

Fique ligado no LinuxBuzz para mais novidades!


FONTE: Phoronix | Ubuntu

COMENTÁRIOS