Microsoft agora é um membro Platinum da Linux Foundation


A Microsoft anunciou hoje (16) durante a edição 2016 do seu "Connect()", evento para desenvolvedores realizado em New York, que está se tornando um membro Platinum da Linux Foundation, o que garante à empresa um assento no concelho de administração da fundação, onde também estão presente as companhias Cisco, Fujitsu, HP Enterprise, Huawei, IBM, Intel, NEC, Oracle, Qualcomm e Samsung.

Este anunciou vem após a Microsoft ser a principal convidada do LinuxCon, evento que ocorreu no início deste ano, bem como depois de uma quantidade enorme de anúncios envolvendo o Linux e projetos open source comandados pela própria companhia de Redmond desde a chegada de Satya Nadella como CEO.

"Queremos ajudar os desenvolvedores a conseguir mais e capitalizar a mudança da indústria em relação às primeiras experiências com cloud e mobile usando as ferramentas e as plataformas de sua escolha", diz Scott Guthrie, vice-presidente executivo do grupo Cloud and Enterprise da Microsoft. "Ao colaborar com a comunidade para fornecer ferramentas abertas, flexíveis e inteligentes e serviços em nuvem, estamos ajudando cada desenvolvedor a oferecer níveis de inovação sem precedentes."

Com a notícia, muitos entusiastas de código aberto permanecem desconfiados das verdadeiras intenções da Microsoft. A empresa pode, uma vez vista como "o inimigo", realmente ser confiável? De acordo com Jim Zemlin, diretor executivo da Linux Foundation, "a Microsoft cresceu e amadureceu no uso e em contribuições para tecnologias open source".

"A empresa tornou-se um entusiasta do Linux e do open source e um membro muito ativo de muitos projetos importantes. A adesão é um passo importante para a Microsoft, mas também para a comunidade open source em geral, que se beneficia da gama de contribuições da empresa", complementou.

A Linux Foundation também destaca que a dona do Windows já contribui para vários projetos da própria fundação, incluindo Node.js Foundation, OpenDaylight, Open Container Initiative, R Consortium e Open API Initiative.

Como parte do anúncio de hoje, a Microsoft também lançou uma versão preview pública do SQL Server para Linux, bem como um preview do Azure App Service para o sistema do pinguim (com suporte para containers).

E você, o que achou dessa união entre a Microsoft e a Linux Foundation? Compartilhe sua opinião com a galera do bem, deixando o seu comentário.


FONTE: OMG! Ubuntu! | PhoronixLinux Foundation | Microsoft

COMENTÁRIOS