Lançada a versão final do Wine 2.0 com suporte ao Microsoft Office 2013


Já está disponível a versão estável do Wine 2.0, após se passarem mais de um ano de desenvolvimento, o que resultou em 6.600 melhorias e correções no código do software. Este também é o primeiro lançamento com base no tempo, ou seja, com o cronograma anual de lançamento. Entre os principais destaques, está o suporte para a suíte de escritório Microsoft Office 2013.

Além disso, também foram implementados mais recursos do DirectWrite, há suporte para Unicode 9.0.0, bem como melhorias para o Direct3D 10 e 11, o que inclui mais instruções para Shader Model 4 e 5, leitura e escrita de sRGB, a capacidade de obter informações mais detalhadas da placa de vídeo, o layout de memória dos recursos de textura está mais semelhante do layout disponível no Windows, o que deve beneficiar jogos como League of Legends, há melhorias para anti-aliasing e mais níveis de recursos do Direct3D 11 agora são suportados.

Entre outras melhorias relacionadas ao DirectX, está o melhor suporte para a estrutura de efeitos em D3DX 9, que agora está mais completo, garantindo um suporte inicial para preshaders. Além disso, foi implementado o suporte para o carregamento de dados assíncronos para D3DX 10/11 e as DLLs d3dx9 e d3dcompiler receberam melhorias.

Por último, mas não menos importante, há suporte para o framework multimídia GStreamer 1.0 e para a API Web Services, está disponível também a capacidade de ativar online o Microsoft Office 2013, a engine Gecko foi atualizada para o Firefox 47, a engine Mono tem suporte para 64-bits, a adição de uma nova arquitetura de driver para suportar dispositivos HID, seguindo o mesmo modelo do Windows, com drivers de barramento específicos da plataforma e minidrivers HID e muito mais.

Estas são apenas algumas das novidades presentes no Wine 2.0 que achamos mais interessantes. Contudo, você pode conferir mais detalhes sobre todos os novos recursos e melhorias da nova versão do software no anúncio oficial, clicando aqui.

Para saber como instalar o Wine 2.0 em sua distribuição Linux específica, acesse este link.


FONTE: WineHQ

COMENTÁRIOS