Mesa 17 ganha sua primeira versão RC, a grande atualização para os drivers open source


Foi lançada na última quinta-feira (19) a primeira versão RC (Release Candidate) da biblioteca de gráficos 3D Mesa 17, considerada a "grande atualização para os gráficos open source". Mas o título não é à toa, já que esta implementação open source do OpenGL e Vulkan para Linux traz diversas mudanças emocionantes para o usuário final, proporcionando um melhor desempenho e suporte para hardwares.

Entre os principais destaques, estão as otimizações de desempenho para os drivers Vulkan ANV (Intel) e RADV (AMD), suporte ao OpenGL 4.2 para processadores Intel Haswell (4ª geração) e o driver para GPUs NVIDIA, Nouveau, agora possui suporte ao OpenGL 4.3 em placas com a microarquitetura Maxwell. Além disso, o Nouveau também possui um aumento significativo na performance, principalmente em GPUs Kepler, como a GTX 750 Ti.

Quem também recebeu melhorias foi o driver para placas AMD RadeonSI, que agora possui suporte oficial ao OpenGL 4.5 e um melhor desempenho no jogo Deus Ex: Mankind Divided. Por outro lado, o driver Vulkan RADV para GPUs AMD agora possui suporte para múltiplas placas de vídeo, o que é excelente, já que a grande atualização da Vulkan, chamada atualmente de "Vulkan-Next" (Vulkan 1.1?), terá melhor suporte para multi-GPU.

Como bem aponta o pessoal do site Phoronix, Mesa 17 traz menas implementações de novos código ou arquivos modificados durante o desenvolvimento, quando comparado com os lançamentos anteriores. Contudo, isso não é uma coisa ruim, mas um sinal de que a base do código da biblioteca de gráficos 3D está amadurecendo, diminuindo a necessidade de mudanças radicais para suportar as mais recentes funcionalidades do OpenGL 4.x e que mais compartilhamento de códigos e recursos estão acontecendo com os drivers Vulkan.

Apesar de tanta notícia boa, infelizmente, os desenvolvedores do Mesa não conseguiram implementar a tempo o suporte ao OpenGL 4.0 para processadores Intel Ivy Bridge e nem a capacidade de lidar com o cache shader GLSL. Ainda não se sabe se esses recursos serão implementados nas próximas versões RC ou se chegarão apenas através das futuras atualizações de manutenção da série Mesa 17.x.

Mesa 17 promete oferecer um melhor desempenho nos jogos, principalmente para os usuários dos gráficos integrados da Intel e para os adeptos das GPUs AMD. Fique ligado no LinuxBuzz para futuros testes de benchmark.

O lançamento oficial do Mesa 17 está previsto para meados de fevereiro de 2017.


FONTE: Phoronix[1]  [2]

Comentários