Lançado o Wine Staging 2.1 com melhorias para CSMT, Direct3D 10 e 11


Foi lançado na última quinta-feira (09) o Wine Staging 2.1, com base no Wine 2.1, trazendo o recurso CSMT (Command Stream Multi-Threading) totalmente reformulado e com diversas melhorias, o que deve ajudar a otimizar de forma mais eficiente o uso da GPU e CPU, movendo a execução de comandos OpenGL para um thread separado. A novidade também garante um melhor suporte para Direct3D 10 e 11, em vez de apenas D3D9.

"A principal alteração desta versão é a adição do CSMT (Command Stream Multi-Threading) que foi reformulado. Como muitos usuários do Wine Staging já devem saber, a ideia do CSMT é mover a execução de comandos OpenGL para um thread separado e usar os recursos disponíveis de CPU e GPU de forma mais eficiente. Nesta nova versão, o código existente foi limpo e vários hacks foram removidos. O resultado deste trabalho é que todos os testes relacionados ao D3D passam com sucesso. Também testamos alguns jogos D3D11 que anteriormente estavam dando erro com o CSMT habilitado e eles já rodam bem. Se antes você encontrou bugs ao usar o CSMT, este pode ser um bom momento para testá-lo novamente com a nova versão do Wine Staging", explicam os desenvolvedores.

Os desenvolvedores também destacam que muitos usuários habilitam o CSMT para obter um melhor desempenho ao executar jogos. Contudo, o foco principal durante a reformulação do recurso, para melhor atender aos usuários, foi na correção de bugs e não diretamente na performance dos jogos. Além disso, apesar de terem sido implementadas algumas ideias novas para acelerar a renderização no geral, também ficaram de fora alguns patches experimentais que foram incluídas nas versões antigas do software. Sendo assim, dependendo do cenário, o desempenho pode ser diferente em comparação com o Wine Staging 2.0.

"Durante os nossos testes, obtivemos os mesmos resultados usando o 3DMark06, mas outros aplicativos podem rodar mais rápido ou mais lento agora. No entanto, há muito mais oportunidades de como o desempenho pode ser melhorado (sem quebrar jogos modernos ou reverter as mudanças de upstream) e estamos ansiosos para implementá-los em um dos próximos lançamentos", garante os desenvolvedores.

Entre outras novidades presentes no Wine Staging 2.1, podemos citar o suporte para algumas funções em grupo no processador, a adição de mais instruções Shader Model 5 e diversas melhorias para DirectWrite, Direct2D, HID e para o processamento de mensagens MIME. Claro, foram implementadas também diversas correções de bugs.

Se você quer por as mãos no Wine Staging 2.1, instruções de instalação para a sua distribuição Linux específica podem ser encontradas clicando aqui.


FONTE: Wine Staging

Comentários