Mesa deve ganhar suporte à thread para o OpenGL, o que pode beneficiar games AAA


Há quatro anos atrás, os desenvolvedores da Intel estavam trabalhando em um mecanismo que traria suporte à thread para o OpenGL na biblioteca de gráficos 3D Mesa, mas nunca acabou sendo adicionado no código do projeto. Agora, Marek Olšák, desenvolvedor na AMD e colaborador do Mesa, está querendo implementar o recurso, além de limpar o código e corrigir bugs.

O recurso, conhecido como "glthread", foi inicialmente desenvolvido pela Intel para fila e execução de chamadas OpenGL em um thread diferente da CPU. O glthread foi projetado para lidar com a maior sobrecarga de CPU gerada pelo Mesa, mas a quatro anos atrás não foi muito útil, já que os jogos disponíveis na quela época para Linux não exigiam tanto do hardware como os games lançados hoje em dia no Steam.

O plano para o suporte à thread para o OpenGL no Mesa em 2013,
mas somente sendo realizado em 2017.

Antes tarde do que nunca

Com o atual crescimento de jogos exigentes para Linux, Marek Olšák, que vem trabalhando arduamente no código do recurso durante os últimos meses, está querendo reviver o código do glthread na versão de desenvolvimento do Mesa. Vários games AAA para o sistema do pinguim agora podem rodar melhor com este recurso de thread para o OpenGL no Mesa, como Borderlands 2, que é um jogo onde se espera ver um desempenho muito melhor. Borderlands 2 pode ser mais rápido em cerca de 70%, em alguns casos.

Quando implementado no código do Mesa, glthread estará desabilitado por padrão, já que ainda é necessário implementar novas funcionalidades e corrigir bugs. Além disso, o novo recurso funcionará com todos os drivers Gallium3D.


FONTE: Phoronix

COMENTÁRIOS