The Khronos Group anuncia o OpenXR como o novo padrão aberto para VR


O consórcio responsável pelas famosas APIs Vulkan e OpenGL, o chamado The Khronos Group, acaba de anunciar o OpenXR como seu novo esforço para a realidade virtual e realidade aumentada. Trata-se de um novo padrão aberto e livre de royalties para VR e AR apoiado por grandes empresas, como a Valve, Oculus, Samsung, Google, Unity, Epic Games e muito mais.

A nova API OpenXR não está sendo lançada hoje (27), mas apenas o seu nome foi divulgado, entre outras informações. A tecnologia atualmente ainda está em desenvolvimento, mas pode ser anunciada nos próximos meses. Ter um padrão aberto para a indústria VR deve diminuir a fragmentação, evitando coisas como suporte apenas para dispositivos específicos, bloqueio de outros hardwares e assim por diante, o que é ruim para os consumidores e para o crescimento VR. Além disso, com a novidade, existe também a possibilidade de oferecer um melhor suporte VR para Linux.

"Temos o prazer de anunciar que a Khronos VR Initiative decidiu o nome do próximo padrão aberto para a realidade virtual e realidade aumentada: OpenXR™! Composto por grandes líderes da indústria, o grupo de trabalho OpenXR está criando um padrão aberto e livre de royalties para aplicações e dispositivos VR e AR. O OpenXR incentivará a inovação ao mesmo tempo em que acelerará o crescimento do mercado e a adoção do usuário", diz o anúncio oficial.

Ainda, de acordo com o consórcio, com o OpenXR como um padrão aberto, os desenvolvedores de aplicativos poderão gastar mais tempo na criação de experiências incríveis e menos tempo em conseguir que suas criações funcionem em uma variedade de combinações de hardware. Com isso, fornecedores de dispositivos poderão oferecer ainda mais conteúdos em suas plataformas.


Segundo o anúncio oficial, o OpenXR vem em duas partes. A primeira é a Application Interface, que permite que os desenvolvedores de conteúdo possam escrever código uma vez para que seja executado em todos os lugares, sem ter que se preocupar com múltiplas interfaces para uma diversidade de dispositivos diferentes.

E a segunda, a Device Layer, permite que os runtimes VR/AR interajam com vários dispositivos. Por exemplo, se um fabricante de hardware quiser adicionar suporte para um novo dispositivo, primeiro será necessário implementar o código que está em conformidade com a especificação Device Layer e seu hardware será imediatamente compatível com conteúdos criados com a Application Layer.

Como mencionado no início do artigo, diversas empresas importantes da industria se juntaram ao The Khronos Group em favor da nova iniciativa do consórcio em busca de um padrão para a realidade virtual e realidade aumentada. Confira abaixo as companhias que atualmente são parceiras:


Você pode conferir mais detalhes sobre o OpenXR diretamente do anúncio oficial, clicando aqui.


FONTE: PhoronixThe Khronos Group

Comentários