Canonical está demitindo cerca da metade da equipe envolvida no Unity 8


Após anunciar recentemente o fim do Unity 8 e Ubuntu Touch, pelo menos por parte da Canonical, já que alguns da comunidade Ubuntu querem seguir com ambos os projetos, e de afirmar que este está sendo um excelente ano para a sua empresa, Mark Shuttleworth revelou para o The Register que está demitindo cerca da metade da equipe envolvida no ambiente gráfico Unity 8.

Curiosamente, ele também sugere que os cortes são necessários para tornar a empresa mais atraente para os investidores externos. "Não podemos passar por esse processo de mercado e pedir dinheiro de investidores externos quando há algo [tão grande como o Unity] que não tem um histórico de lucro. Esse é o aperto em que entramos", disse Mark Shuttleworth.

Mais demissões também são esperadas em outras áreas da empresa      possivelmente até 60% em alguns departamentos. Contudo, a Canonical agora está buscando manter e, até mesmo, aumentar o número de funcionários que tem em segurança, cloud e IoT (Internet das Coisas), área que geram mais lucro para a empresa. Os cargos de suporte e consultoria aparentemente também não devem sofre demissões.

A Canonical é atualmente uma empresa privada e, com base em contas arquivadas na Companies House, tem uma equipe de quase 500. De acordo com o site OMG! Ubuntu!, só no ano passado a companhia de Mark Shuttleworth teve um prejuízo de £ 3,3 milhões.


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários