Ubuntu GNOME será o sabor padrão, mas o Unity 7 ainda estará disponível para instalação


O ambiente gráfico Unity 8 e a convergência mobile-desktop faziam parte da última visão da Canonical para o futuro do Ubuntu, que se tornaria um sistema operacional tanto para dispositivos móveis quanto para o PC, algo que nenhuma outra distribuição Linux tentou fazer, pelo menos não até agora. Contudo, segundo o próprio Mark Shuttleworth, fundador da Canonical, a comunidade Ubuntu não estava muito interessada nas inovações apresentadas pela sua empresa.

Ao que parece, o Unity 8 é útil e funcional em dispositivos móveis, mas não agradou muito os usuários do PC, sem falar que não funcionou em alguns hardwares. Para encurtar a história, a decisão tomada por Mark Shuttleworth era de eliminar completamente o suporte para o Unity como o ambiente gráfico padrão no Ubuntu, e isso é mais chocante do que o encerramento do desenvolvimento do Unity 8. Como tal, a partir do Ubuntu 18.04 LTS, o GNOME se tornará o padrão     sim, GNOME Shell puro.

Além disso, Mark Shuttleworth também revela que o sabor Ubuntu GNOME não será descontinuado, como muitos pensavam, mas que será adotado como o padrão, o que responde à grande pergunta que todos estavam fazendo ultimamente: "O que acontecerá com o Ubuntu GNOME agora que o Ubuntu está mudando para o ambiente gráfico GNOME?"

"A equipe desktop da Canonical ajudará a equipe do Ubuntu GNOME a oferecer uma incrível experiência do GNOME", explica Mark Shuttleworth em seu perfil oficial no Google+. "Estamos ajudando a equipe do Ubuntu GNOME, não criando algo diferente ou competitivo com esse esforço. Embora eu seja apaixonado pelas ideias de design do Unity, e espero que o GNOME possa estar mais aberto a elas agora, acho que devemos respeitar a liderança do projeto GNOME ao entregar o [ambiente gráfico] GNOME da maneira que o [projeto] GNOME quer que seja entregue."

Unity 7 ainda estará disponível para o Ubuntu 18.04 LTS

Se você é daqueles que curtem o Unity 7, com a chegada do Ubuntu 18.04 LTS você não precisará se preocupar. Mark Shuttleworth garante que o ambiente gráfico estará disponível através do repositório oficial do Ubuntu e, como de costume, receberá normalmente atualizações de correções de bugs. Contudo, ainda não se sabe se novos recursos serão implementados ao longo prazo.

Isso basicamente significa que você precisará de uma ferramenta como Synaptic Package Manager para instalar os pacotes do ambiente gráfico, caso não queira usar o Terminal, e você ainda será capaz de desfrutar do Unity 7 mesmo no Ubuntu 18.04 LTS, com lançamento previsto para o próximo ano, no mês de abril.

Vale ressaltar que ambos Ubuntu 17.04 e Ubuntu 17.10 viram com o Unity 7 por padrão. Fique ligado no LinuxBuzz para mais novidades sobre o universo Ubuntu.


FONTE: SoftpediaMark Shuttleworth/Google+

COMENTÁRIOS