Kingsoft volta atrás e diz que vai continuar atualizando o WPS Office para Linux


A Kingsoft, empresa por traz do WPS Office, voltou atrás e negou que esteja planejando "interromper" o desenvolvimento da versão da sua suíte de escritório para Linux. Curiosamente, a companhia excluiu seu próprio tweet, publicado pelo perfil oficial do WPS Office no Twitter, que revelava que a empresa realmente tinha parado todo o trabalho de atualização da versão do WPS Office para o sistema do pinguim e culpou a mídia por "relatórios falsos".

Na verdade, a Kingsoft eliminou uma série de tweets, incluindo aqueles em que ela mesma fez referência ao WPS Office tendo uma versão open source para Linux no final do ano. De acordo com os tweets apagados pela empresa, ao abrir o código fonte da sua suíte de escritório, a companhia permitiria que a comunidade apoiasse e continuasse mantendo a versão do WPS Office para Linux.

Tweet em que a empresa revela que o desenvolvimento do WPS Office para Linux está parado.

Ainda, de acordo com a empresa, o WPS Office para Linux continuará sendo atualizado no futuro, o que não deixa de ser uma boa notícia para quem faz uso da suíte de escritório no dia a dia. Aparentemente, o principal motivo para a empresa voltar atrás é que o WPS Office possui mais usuários Linux do que a companhia podia imaginar, algo que só veio à tona agora com a notícia de que o desenvolvimento do WPS Office para Linux estaria parado.

Agora só resta esperar e torce para que uma nova versão do WPS Office para Linux seja anunciada o quanto antes, especialmente quando já se passou quase um ano desde que o software foi atualizado.


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários