Lançado o KDE Plasma 5.10; confira os principais destaques desta nova versão


Já está oficialmente disponível o KDE Plasma 5.10, que chega trazendo diversas novidades que foram reveladas ainda no anúncio de lançamento da versão Beta, há duas semanas. Entre os principais destaques, está a adoção do Folder View      Visualização de pastas      como o modo padrão de visualização para a área de trabalho, ao invés do Folder Widget. O Folder View também recebeu diversas melhorias, como drop menu unificado, melhor comportamento do mouse e economia de espaço na grade de ícones.

"Depois de alguns anos deixando um pouco de lado os ícones na área de trabalho, aceitamos o inevitável e mudamos para o Folder View como o [modo] padrão para a área de trabalho, que traz alguns ícones por padrão e permite aos usuários colocar os arquivos ou pastas que eles querem ter de fácil acesso", diz o anúncio oficial de lançamento do KDE Plasma 5.10.

Há também melhorias de desempenho para o Folder View, juntamente com a capacidade de redimensionar widgets na área de trabalho, melhor suporte para a função desfazer, a localização clicável nos títulos e muito mais.



Outra novidade do KDE Plasma 5.10 é a integração com as tecnologias Snappy e Flatpak no gerenciador de pacotes Plasma Discover, permitindo que os usuários instalem facilmente no sistema operacional aplicativos nesses formatos. Além disso, o Plasma Discover agora suporta o Open Desktop Ratings Service (ODRS), do GNOME, para avaliações e comentários dos usuários sobre os apps da loja.

O Gerenciador de Tarefas também foi aprimorado e agora possui suporte para agrupar e desagrupar aplicativos por meio do clique do mouse, há um novo módulo Plymouth Splash Screen nas Configurações do Sistema para que você possa escolher facilmente um tema para a tela de inicialização personalizada para o seu sistema operacional executando e o suporte para touchscreen ficou muito melhor nesta nova versão do ambiente gráfico.

Um teclado virtual também está presente nas telas de bloqueio e login, a borda esquerda da tela agora é padrão para a mudança de janela e os gestos de deslize da borda da tela sensível ao toque agora são suportados, permitindo que os usuários exibam painéis de auto-ocultar. Essas mudanças vêm junto com o trabalho extra que a equipe do KDE fez para portar o KDE Plasma para o Wayland.

O teclado virtual das telas de bloqueio e login.

Entre algumas melhorias para o Wayland incluídas no KDE Plasma 5.10, podemos citar a capacidade do gerenciador de janelas KWin de suportar o dimensionamento de telas por diferentes níveis em configurações onde existe um monitor HiDPI e uma tela DPI normal, melhor suporte de layout de teclado e comutação de layout baseada em diretivas. Existem inúmeras outras pequenas e importantes melhorias que foram implementadas nesta nova versão do ambiente gráfico, além de, claro, correções de bugs.

O KDE Plasma 5.10 será suportado até 22 de agosto de 2017, com um total de cinco atualizações de manutenção. A primeira, KDE Plasma 5.10.1, está programada para a próxima semana, dia 6 de junho, seguido de perto pela segunda, KDE Plasma 5.10.2, no dia 13 de junho. O KDE Plasma 5.10.3 será lançado no dia 27 de junho e o KDE Plasma 5.10.4 em 18 de julho.

O fim do suporte oficial chegará junto com o lançamento do KDE Plasma 5.10.5, que está programado para ser lançado em 22 de agosto de 2017. Com isso, o projeto KDE, provavelmente, irá focar os trabalhos de desenvolvimento no próximo KDE Plasma 5.11.


FONTE: Softpedia | KDE

Comentários