Reprodutor de músicas Tomahawk tem seu desenvolvimento ''abandonado''


Não espere ver nem tão cedo um novo lançamento do reprodutor de música Tomahawk. Um commit publicado recentemente na página oficial do aplicativo no GitHub revela que o desenvolvimento do projeto está "essencialmente abandonado". Está não deixa de ser uma má notícia para os amantes do software, um player de áudio com ótimos recursos online, interface amigável e ótimo desempenho, criado especialmente para quem curte uma boa música.

"Não há ninguém trabalhando nisso. Não faz muito sentido reportar quaisquer novos problemas, a menos que você queira corrigi-los por conta própria", diz o commit na página oficial do Tomahawk no GitHub.

Quem conhece o Tomahawk sabe que ele é diferente dos players de música comuns para desktop, como o Rhythmbox, porque é preciso uma abordagem multi-source para compilar sua biblioteca de música. Você pode pesquisar, navegar e reproduzir arquivos de música locais, mas também transmitir música de serviços online, como Spotify, SoundCloud, Google Music, YouTube e outros. Você simplesmente procura uma música e o Tomahawk descobre o melhor lugar para reproduzi-la.


Outro recurso interessante do reprodutor permite que você se conecte a outros usuários do aplicativo para que você possa transmitir músicas do seu catálogo ou ouvir ao vivo o que eles estão reproduzindo no momento.

Essa abordagem inteligente e inovadora levou a Wired a chamá-lo de "o aplicativo de música mais importante do qual ninguém fala".

Se é open source, na verdade, ainda vive

Embora a notícia do abandono do Tomahawk seja decepcionante, nem tudo está perdido. A "boa notícia" é que, se você possui o player instalado, o aplicativo ainda funcionará, então, não se sinta obrigado a desinstalá-lo do seu sistema. Basta usá-lo até que você não possa.

Contudo, como este é um software open source, seu desenvolvimento não terá fim, isso porque qualquer pessoa é livre para se envolver com o desenvolvimento do Tomahawk e ajudá-lo a conquistar novas versões que possam oferecer melhorias e novos recursos.


FONTE: OMG! Ubuntu!Tomahawk/GitHub

COMENTÁRIOS