É oficial: Adobe revela que o Flash Player está com os dias contados


A Adobe revelou hoje (25) os seus planos para encerrar o desenvolvimento do Flash Player, que deve receber suporte oficial até o final de 2020. De acordo com a empresa, a decisão foi tomada "em favor de tecnologias abertas" e mais modernas, como é o caso do HTML5, WebGL e WebAssembly. Contudo, este provavelmente não é o principal motivo, visto que praticamente todas as principais plataformas e navegadores do mercado abandonaram o Flash Player pelo HTML5, fazendo com que a empresa enterre de vez seu plugin.

Esta não deixa de ser uma boa notícia para os padrões abertos, que geralmente são mais seguros. O Flash Player é uma solução antiga, proprietária e com vulnerabilidades críticas de segurança, além de consumir muitos recursos da máquina do usuário.

Os padrões abertos são tecnologias que permitem que os navegadores (em praticamente todas as plataformas e hardwares)  exibam vídeos, jogos e conteúdos interativos de maneira nativa, sem a exigência de um plugin. Netflix, YouTube, Facebook Video, Amazon Prime, Hulu — tudo funciona muito bem sem o Flash Player.

Jogos do Facebook também migrarão para os padrões abertos

Com o anúncio de hoje da Adobe de encerrar o suporte ao Flash Player no final de 2020, o Facebook revelou também nesta terça-feira (25) que está trabalhando com a Adobe, Apple, Google, Microsoft, Mozilla e Unity para facilitar a vida dos desenvolvedores que atualmente fazem uso do plugin na plataforma e que querem migrar para os padrões abertos.

"Temos uma parceria com desenvolvedores de jogos para apoiar os seus esforços em HTML5, ajudando-os a continuar a oferecer jogos no Facebook. Hoje, mais de 200 jogos em HTML5 estão vivos na nossa plataforma, a maioria dos quais foram lançados no último ano. Muitas das maiores desenvolvedores na plataforma — incluindo King, Plarium e outros — migraram pelo menos um jogo em Flash para o HTML5 na plataforma Facebook com um impacto mínimo aos seus clientes existentes", explica Jakub Pudełek, do Facebook.

Embora o Flash Player esteja oficialmente com os dias contados, ainda existem expectativas de que algumas ferramentas online usadas por usuário ou, até mesmo, por empresas inteiras ainda darão o braço a torcer e, infelizmente, continuaram usando o plugin.

Para mais detalhes sobre o anúncio da Adobe de encerrar de vez o desenvolvimento do Flash Player, não deixe de conferir o anúncio oficial, clicando aqui.



FONTE: OMG! Ubuntu! | Adobe | Facebook

COMENTÁRIOS