Lançado o GNOME 3.26 com melhorias importantes e novos recursos


Foi lançado na última quarta-feira (13) mais uma nova versão do ambiente gráfico GNOME, a 3.26, que embora pareça modesta quando comparada com lançamentos anteriores, chega trazendo várias melhorias e novos recursos importantes em suas principais partes, o que inclui a interface principal do usuário (chamada 'GNOME Shell'), bem como os aplicativos (como o gerenciador de arquivos Nautilus), bibliotecas e serviços de background.

GNOME Shell 3.26

O GNOME Shell é o que a maioria de nós pensamos quando falamos no ambiente gráfico GNOME. Como a interface de usuário padrão (UI), o GNOME Shell 3.26 possui uma série de melhorias. Embora estes sejam principalmente pequenos ajustes, eles somam um todo mais fácil, mais rápido e responsivo.



Um bom exemplo disso é a pequisa melhorada, que recebeu ajustes no layout para que você possa ver mais resultados de aplicativos correspondentes, mais configurações e ações relacionadas e mais de seus próprios arquivos. Além disso, você também pode procurar ações do sistema para desligar, suspender, sair, alternar usuário ou ativar a tela de bloqueio, sem precisar tirar suas mãos do teclado.


Com a nova versão do ambiente gráfico, agora ficou mais fácil encontrar a janela na qual você deseja alternar na Activities Overview do GNOME 3.26, como mostra a imagem abaixo. Isso ocorre porque as miniaturas das janelas estão muito maiores, fazendo um melhor uso do espaço. Quanto menos janelas forem abertas, maiores serão as pré-visualizações que você vê.


Se você olhar de perto para a imagem acima, você também notará um novo destaque e etiqueta do aplicativo, bem como um botão de fechamento mais destacado.

Remoção da bandeja Legacy

Como já relatamos anteriormente, o GNOME 3.26 remove a bandeja Legacy do sistema usada para exibir ícones de aplicativos populares, incluindo Skype, Dropbox e Discord. Embora a maioria desses (e outros) aplicativos sejam executados corretamente sem um ícone de bandeja do sistema, você pode sentir a falta desses ícones, já que podem oferecer, por exemplo, status online, notificações de novas mensagens e/ou um conjunto de ações rápidas ao clicar com o botão direito do mouse.


Sendo assim, para que você possa ter acesso novamente aos ícones de bandeja do sistema, será necessário ter que recorrer a uma extensão, que pode ser obtida facilmente através do site GNOME Extensions, como é o caso da TopIcons Plus.

O novo painel de configurações

O GNOME Control Center agora é chamado "Settings" — e com um novo nome vem também um novo visual marcante. O novo painel de configurações agora conta com uma barra lateral para navegação simplificada entre as várias seções, abandonando a abordagem antiga de grade de ícones.

Muitas das diferentes seções de configurações, que os designers do GNOME se referem como "painéis", também estão melhoradas, como é o caso da nova tela de configuração Wi-Fi dedicada que torna mais fácil gerenciar suas conexões sem fio, uma VPN ou um proxy.


O novo painel de configurações também deve agradar e muito aqueles usuários que possuem vários monitores, já que agora está mais fácil a configuração de tela múltipla.

Animações de janela

O novo GNOME 3.26 também conta com novas animações de janela, bem como transparência dinâmica da barra superior, como é possível ver no vídeo abaixo. Esta configuração está ativada por padrão no GNOME 3.26. Quando nenhuma janela está tocando na barra superior, ela é semi-transparente. Quando uma janela é maximizada ou colocada perto dela, a barra superior fica scura.


Nautilus 3.26

Nautilus, o gerenciador de arquivos do GNOME, chega a sua versão 3.26 com muitas correções e melhorias de estabilidade, incluindo também o Full Text Search, recurso que é opcional e que pode ser ativado no pop-over da pequisa. A novidade busca palavras correspondentes dentro de documentos (suportados), bem como usando o nome do arquivo.


Além disso, agora você pode abrir uma aba fechada no Nautilus com o atalho de teclado Ctrl+Shift+T. Você também pode usar Ctrl+Tab para pular rapidamente entre abas abertas. Entre outras novidades, está o suporte para descompactar arquivos em locais remotos e melhorias na montagem do Google Drive.

GNOME Web 3.26 agora conta com o Firefox Sync

Web, o navegador padrão do ambiente gráfico GNOME, agora possui um novo recurso nesta versão. Trata-se do suporte para o Firefox Sync, o que permite compartilhar marcadores, histórico do navegador, senhas e, até mesmo, abas abertas, entre o Firefox e o GNOME Web 3.26 em todos os dispositivos usando o serviço do browser da Mozilla.


Para começar a usar o recurso, basta ir até o novo menu 'Sincronizar' (Sync) nas configurações do navegador.

Outros aplicativos atualizados

O Nautilus e Web não são os únicos aplicativos oferecidos pelo GNOME que chamam a atenção neste novo lançamento do ambiente gráfico. Uma variedade de outros softwares úteis também se beneficiam de melhorias e correções, como é o caso do Photos, que agora conta com os botões de zoom sempre visíveis e do Maps traz novos atalhos de teclado.

Além disso, o aplicativo Boxes agora permite o compartilhamento de pastas entre máquinas virtuais e o seu computado e Software (loja de apps) melhora o suporte para o aplicativo Flatpak, agrupa as atualizações de software pendentes com base em seu tipo e fornece mais informações úteis durante o processo de instalação de novas aplicações.

Obtendo o GNOME 3.26

Embora o GNOME 3.26 já esteja oficialmente lançado, não será muito fácil, ao menos por enquanto, obter a nova versão do ambiente gráfico, especialmente se você é um usuário do Ubuntu, onde você só poderá atualizar usando alguns PPAs (não suportados oficialmente pela Canonical) nas próximas semanas. Ou seja, você não poderá atualizar com segurança para o GNOME 3.26 no Ubuntu 16.04 LTS ou anterior.

Mas não fique triste! A "boa" notícia é que no próximo mês o Ubuntu 17.10 será lançado trazendo o GNOME 3.26 por padrão, mas com alguns ajustes, como é o cado da adição de uma dock, suporte para ícones na bandeja do sistema, usando um terrível diferente tema GTK, os ícones que já conhecemos do Unity 7, e assim por diante.

Se você estiver usando uma distribuição Linux rolling release, como o openSUSE Tumbleweed ou Arch Linux, você certamente estará entre os primeiros a obter o GNOME 3.26.


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários