Linux Mint deve descontinuar o desenvolvimento da edição KDE


Em seu último relatório mensal, os desenvolvedores do Linux Mint anunciaram que vão descontinuar o desenvolvimento da edição KDE após a chega da versão 18.3 do sistema operacional no próximo mês. Com isso, a equipe espera ter mais tempo para trabalhar em projetos que fazem uso do GTK+, como os ambientes gráficos Cinnamon e MATE, além dos aplicativos desenvolvidos por eles mesmo que também utilizam a tecnologia.

"O KDE é um ambiente fantástico, mas também é um mundo diferente, que evolui longe de nós e longe de tudo o que focamos. Seus aplicativos, seu ecossistema e o QT toolkit, que é central, têm muito pouco em comum com aquilo que estamos trabalhando", diz os desenvolvedores do Linux Mint.

"Nós gostamos de integrar soluções, desenvolver o que está faltando, adaptar o que não é adequado perfeitamente, e nós fazemos muito isso não só em torno de nosso próprio ambiente gráfico Cinnamon, mas também, graças a frameworks cross-DE, suportamos ambientes semelhantes, como como MATE e Xfce. Quando trabalhamos em ferramentas como Xed, Blueberry, Mintlocale e Slick Greeter, estamos desenvolvendo recursos que beneficiam esses 3 desktops, mas, infelizmente, não inclui o KDE."

Linux Mint 18.2 "Sonya" KDE Edition.

Com isso, o projeto Linux Mint recomenda que os usuários utilizem o PPA do Kubuntu para instalar o KDE Plasma nas versões que ainda irão de vir após a chegada da versão 18.3, isto é, caso não queiram migrar para uma distribuição Linux que suporte oficialmente o ambiente gráfico.

"Nossa própria missão não é diversificar tanto quanto possível em um esforço para atrair um pedaço maior do mercado Linux, e é com um pouco de tristeza que estamos abandonando essa edição. Estamos nos contentando em coisas que fazemos bem e amamos fazer para melhorar cada vez mais. O KDE é incrível, mas não é o que queremos focar", afiram os desenvolvedores.

Por outro lado, o desenvolvimento do Linux Mint Debian Edition 3 (LMDE 3) deve continuar e uma nova versão baseada no Debian Stretch deve chegar no primeiro trimestre de 2018. Será uma edição única com o ambiente gráfico Cinnamon 3.8. Já o Linux Mint 18.3 deve chegar no final deste ano.


FONTE: Linux Mint Blog

Comentários