Confira alguns benchmarks do próximo Mesa 18 com placas de vídeo AMD


Com o Mesa 18 entrando na reta final para o lançamento da sua primeira versão estável, chegou a hora de conferirmos como anda a performance dos principais drivers open source que lidam com placas de vídeo da AMD, o RadeonSI (que traz suporte ao OpenGL) e RADV (para a API Vulkan). Desta vez, o Mesa 18 teve o seu desempenho comparado com verões mais antigas da pilha gráfica.

Nos testes, que foi realizado pelo site Phoronix, famoso pelos seus benchmarks envolvendo a plataforma Linux, foram usadas as placas de vídeo AMD Radeon RX 580, R9 Fury e RX Vega 56. O processador utilizado foi um Intel Core i7 8700K com o Ubuntu 17.10 que sob o capô contava com recém-lançado Linux Linux 4.15. As versões do Mesa comparadas nos testes foram a 17.2.4, disponível por padrão no Ubuntu 17.10, a 17.3.2 obtida a partir do PPA Padoka Stable e, finalmente, o Mesa 18.0.0-rc3 compilado com o LLVM 7.0 SVN.

Enfim, os benchmarks

Com BioShock Infinite, jogo famoso por depender mais da CPU (CPU Bound), o Mesa 18 teve pouco impacto em relação ao Mesa 17.3. Mas se você ainda estiver na série 17.2, há mais ganhos bastante significativos a serem encontrados com a atualização para a próxima versão do Mesa:



Com Deus Ex: Mankind Divided, também não houve diferença notável no desempenho deste exigente jogo OpenGL com versão para Linux:





Dota 2 com OpenGL é um pouco mais rápido no Mesa 18. Ao usar o renderizador Vulkan com o driver RADV, o Mesa 18 também está sendo executado muito mais rápido do que a série 17.3, mas ainda não é suficiente para os níveis de desempenho do Dota 2 com o renderizador OpenGL com o driver RadeonSI. Contudo, é ótimo ver todos os progressos realizados neste driver Vulkan de código aberto:





O F1 2017 se beneficiou com alguns frames à mais com o Mesa 18 no RADV, mas, se isso vai fazer a diferença, depende de você e do seu sistema. Com algumas das configurações, a taxa de quadros mínima estava pairando em torno dos 60 FPS:









O Mad Max com o OpenGL no RadeonSI com as três placas de vídeo testadas não obteve nenhuma mudança real no desempenho com o Mesa 18 e, enquanto Dota 2 com a Vulkan contava com alguns ganhos com o Mesa 18, a performance do Mad Max com a Vulkan foi relativamente inalterada:









Serious Sam 3: BFE com Vulkan é mais rápido no Mesa 18, semelhante aos ganhos encontrados com Dota 2:



Tomb Raider também foi praticamente indiferente com Mesa 18:



Com as três placas AMD Radeon testadas, o desempenho de jogos OpenGL no Mesa 18 com o RadeonSI é bastante similar ao Mesa 17.3, exceto para quaisquer correções isoladas. Mas, pelo menos, com o driver Vulkan RADV, estamos vendo melhorias de desempenho mais significativas, já que o RADV trabalha para a paridade de recursos com o driver Vulkan oficial da AMD e para superar o desempenho do driver RadeonSI.

Embora o desempenho não seja uma história emocionante com o Mesa 18 em geral, em comparação com lançamentos anteriores, pelo menos há muitas outras mudanças e novos recursos, bem como melhorias na estabilidade e correções para eventuais bugs com jogos. Espera-se que o Mesa 18 seja lançado até meados de fevereiro, caso tudo ocorra como o planejado.

Para mais detalhes sobre os testes apresentados aqui, não deixe de conferir o artigo completo do Phoronix.


FONTE: Phoronix

Comentários