De acordo com a Canonical, o Ubuntu 18.04 LTS terá inicialização mais rápida


A Canonical publicou mais um dos seus habituais relatórios informando os progressos conquistados nos últimos dias durante o desenvolvimento da versão do Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver). Além de várias melhorias para o ambiente gráfico GNOME, a equipe do Ubuntu Desktop recentemente começou a questionar sobre como poderia reduzir o tempo de inicialização do sistema operacional.

"Começamos nossa investigação sobre a velocidade de boot e estamos usando os recursos do sistema para fazer algum perfil. Isso nos ajudará a identificar gargalos e o Bionic deve inicializar o mais rápido possível", explica Will Cooke, da Canonical. "Continuaremos trabalhando para mover a sessão do usuário para o systemd."

Melhorias para tema, NetworkManager, GNOME e impressão

Além das melhorias na velocidade de inicialização, a equipe do Ubuntu Desktop descobriu e corrigiu problemas no NetworkManager, foi adicionado o CUPS-Filters 1.19.0, que aborda o espaço de cores do CUPS e a determinação da profundidade de cor na funcionalidade do gerador PPD e corrige um bug para resolver a profundidade de cor de 16 bits no Apple Raster.

Além disso, vários aprimoramentos de temas foram feitos para melhorar a capacidade de resposta de alguns aplicativos do Wayland aos cliques do mouse e um grande progresso foi feito no novo design. A equipe do Ubuntu Desktop também está trabalhando em estreita colaboração com os desenvolvedores do GNOME para adicionar suporte para aumentar o nível de volume acima de 100% e corrigir um erro que fez com que os títulos das janelas fossem alinhados incorretamente.

Os desenvolvedores também trabalharam em um patch para o utilitário udisks para ocultar Snaps de aplicativos que exibem dispositivos de loop, como GNOME Disks, e atualizaram o Snap do LibreOffice para a versão 5.4.4. Embora não tenha sido mencionado neste novo boletim informativo, a Canonical decidiu manter o antigo gerenciador de arquivos do Nautilus 3.26 para garantir suporte para os ícones da área de trabalho.


FONTE: Softpedia | Ubuntu

Comentários