AMDVLK: driver Vulkan open source da AMD obtém melhorias para Vega e otimizações LLPC


Os desenvolvedores da AMD que trabalham no seu driver Vulkan oficial de código aberto para Linux, o AMDVLK, anunciaram novas melhorias importantes para o driver de vídeo. A primeira alteração notável é o melhor suporte para GPUs GFX9 — o codinome interno das GPUs Vega — mas ainda não foram revelados mais detalhes específicos sobre as otimizações realizadas para esses chips.

No entanto, esta não deixa de ser uma boa notícia, considerando o fato de que em testes recentes de desempenho o AMDVLK ainda fica um pouco atrás do RADV, o driver Vulkan desenvolvido pela comunidade, com a placa de vídeo Radeon RX Vega 64, sem falar que o driver oficial da AMD não conseguiu funcionar bem com alguns jogos.

O AMDVLK também possui o seu código XGL atualizado, que por sua vez possui mudanças significativas de qualidade de filtragem de textura. Além disso, o driver Vulkan da AMD agora conta com uma correção de erro para o LLVM e otimização de CPU para Dota 2. Também há algumas otimizações para o LLPC (seu compilador de pipeline LLVM) ativadas: modo matemático rápido para ponto flutuante e NoSignedZero para ponto flutuante matemático.

Detalhes sobre como compilar o código mais recente do AMDVLK Git podem ser encontrados através do repositório AMDVLK no GitHub. Enquanto isso, podemos esperar que no próximo mês a AMD anuncie uma nova versão do seu driver AMDGPU-PRO para distribuições Linux corporativas suportadas, tornado mais fácil obter esse pacote de driver Vulkan oficial.


FONTE: Phoronix

Comentários