Canonical quer que você ajude com pesquisa de hardware no próximo Ubuntu 18.04 LTS


O líder da equipe do Ubuntu Desktop, Will Cooke, revelou os planos da Canonical para coletar mais dados de diagnóstico das instalações do Ubuntu. Isso envolveria a coleta de detalhes de hardware e software do sistema durante o processo de instalação e os dados seriam salvos em servidores Ubuntu, mas os usuários poderiam optar por não terem qualquer dados coletados pela empresa.

A intenção da empresa é melhorar o suporte do Ubuntu com os mais diversos hardwares disponiveis no mercado, por exemplo, coletando mais informações do sistema sobre quais placas gráficas e drivers estão sendo usados pelo usuário, se existe conectividade com a rede e como seu layout de disco está configurado. Além disso, se os usuários baixaram as atualizações durante a instalação do Ubuntu, se existem alterações especiais no kernel e sua localização com base nas informações no timezone.

Mas a Canonical deixa claro que não estaria coletando, por exemplo, o endereço IP do usuário. Aqueles que não gostariam de compartilhar as informações de hardware e software do sistema com a empresa poderiam simplesmente desmarcar a opção durante o processo de instalação para excluir o processo de coleta de dados.

A Canonical também planeja divulgar esses dados da pesquisa, assim como acontece com o Steam Survey (a pesquisa de hardware e software do Steam), permitindo detalhar estatísticas em torno das instalações do Ubuntu no desktop em todo o mundo.

Naturalmente, os usuários com preferência em privacidade podem estar contra isso, embora também existam usos válidos para isso, especialmente para que a Canonical possa avaliar seus investimentos para melhorar certos drivers de GPU e também para pressionar os fornecedores de hardware para um melhor suporte ao Linux com base nas estatísticas de uso. Claro, há também a possibilidade de um motivo oculto da empresa que deseja estatísticas mais sólidas sobre a base de usuários, algo que pode ser revelado nos próximos anos.

Caso a Canonical siga em frente com o seu plano, a política de privacidade do Ubuntu também será atualizada para refletir essa mudança, começando com o próximo Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver) que deve chegar em 26 de abril.


FONTE: Phoronix

Comentários