Devs do Wine estão criando sua própria biblioteca de loader para a Vulkan


Embora a atual versão de desenvolvimento do Wine tenha suporte para a Vulkan, permitindo executar no Linux jogos lançados no Windows que fazem uso da API, como Wolfenstein II e DOOM, juntamente com ferramentas e o utilitário de informações da Vulkan, o Wine ainda depende que o Windows Vulkan SDK, da LunarG, seja instalado manualmente. Isso está mudando agora com os desenvolvedores do Wine trabalhando em sua própria biblioteca de loader para a Vulkan.

O desenvolvedor Roderick Colenbrander continua liderando o trabalho no suporte da Vulkan no Wine e hoje (27) publicou sua própria implementação chamada "vulkan-1". Roderick está criando seu próprio loader simples para a API que pode ser facilmente redistribuído como parte do próprio Wine. Contudo, os usuários que desejarem uma solução mais completa, ainda poderão optar pelo SDK da LunarG.

A biblioteca loader é necessária para carregar o código do "driver" do Vulkan ICD criado para o Wine, que por sua vez faz a interface com o suporte da Vulkan presente no sistema host (no caso, uma distribuição Linux). Este loader vulkan-1.dll escrito pelo desenvolvedor tem apenas cerca de mil linhas de código, já que ele ignorou o suporte para alguns recursos não básicos, como o de não suportar vários ICDs (installable client drivers) e também não suporta camadas Vulkan. Se você quiser alguma funcionalidade extra, por enquanto, você precisará instalar o Windows Vulkan SDK, da LunarG.

Com esta simples biblioteca de loader para a Vulkan, agora é possível rodar mais facilmente, por exemplo, o game Wolfenstein II, assim como a demo cube e o vulkaninfo, entre outros programas do Windows que fazem uso da API "de baixo nível".

Se tudo correr bem durante os testes dos novos patches de Roderick Colenbrander, talvez possamos ver a novidades no próximo lançamento, o Wine 3.5, que deve chegar na sexta-feira (30), para que a Vulkan possa estar disponível por completo no Wine.


FONTE: Phoronix

Comentários