Devs do Wine estão planejando como lidar melhor com o suporte da Vulkan


Embora o lançamento do Wine 3.4 finalmente traga o suporte para o Wine Vulkan ICD para permitir que os programas que fazem uso da Vulkan no Windows também funcionem no Wine, assumindo que o sistema operacional host, neste caso, alguma distribuição Linux, tenha suporte para a API Vulkan, esta implementação atual ainda requer que o usuário instale no Wine o Windows Vulkan SDK, da LunarG.

O SDK da API Vulkan desenvolvido pela LunarG para Windows ainda é necessário por conta do loader da Vulkan (DLL) para emparelhamento com o Vulkan ICD do driver do Wine. Contudo, o principal motivo para o loader oficial da Vulkan não estar incluído no Wine é pelo fato de que o consórcio responsável pela API, o Khronos Group, ter mudado a licença do código de BSD para uma licença Apache.

Ao que parece, os desenvolvedores do Wine prefeririam que o loader fosse licenciado pela BSD do que sob a licença Apache. Para potencialmente evitar quaisquer distúrbios de licença de código, o pessoal por traz do software também poderia deixar a instalação do loader da API no Windows nas mãos do usuário, semelhante ao modo como o suporte para Gecko e Mono do Wine é baixado e instalado separadamente.

Uma outra alternativa que os desenvolvedores podem usar é a de criar sua própria biblioteca mínima do loader vulkan-1.dll que seria bastante básica, como ignorar camadas Vulkan ou manipular múltiplos drivers ICD. O desenvolvedor Roderick Colenbrander, responsável pelo projeto Wine-Vulkan, já havia hackeado anteriormente uma biblioteca bem básica, mas seria apenas isso: uma implementação básica.

Até agora, os desenvolvedores ainda não revelaram qual abordagem irão seguir para facilitar a vida dos usuários que querem obter o suporte para a API Vulkan no Wine. Mais novidades devem ser reveladas em breve.


FONTE: Phoronix

Comentários