A Canonical precisa de sua ajuda para testar os vazamento de memória do GNOME


O líder da equipe por traz do Ubuntu para desktop, Will Cooke, pede que a comunidade ajude a testar os patches implementados recentemente no próximo sistema operacional Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver) que ajudam a corrigir os vazamento de memória do GNOME Shell, problema que foi descoberto no GNOME 3.28.

Como o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver) vem com o mais recente ambiente gráfico GNOME 3.28 por padrão, ficou aparente que ele incluirá todos os patches upstream lançados pelo projeto GNOME para resolver qualquer vazamento de memória. A Canonical já testou com sucesso os novos patches, mas precisa obter testes e comentários mais amplos o mais rápido possível antes do lançamento final, em 26 de abril.

"Houve um vazamento de memória amplamente divulgado na última versão do GNOME Shell que o GNOME tem trabalhado de forma upstream na correção. Enquanto eles finalizam seus planos e mesclam os patches, decidimos continuar com a inclusão de um dos patches que devem corrigir os maiores problemas", diz Will Cooke.

Veja como você pode ajudar

Se você quiser ajudar a Canonical a testar os patches de vazamento de memória do GNOME implementados no sistema operacional Ubuntu 18.04 LTS, tudo o que você precisa fazer é baixar e instalar a imagem ISO de desenvolvimento atual em seu computador pessoal. Use o GNOME um pouco e veja como ele se comporta.

Em seguida, faça o download dos pacotes corrigidos e instale-os usando as instruções fornecidas clicando aqui e reinicialize. Use o ambiente gráfico GNOME como faria normalmente e tente ver se a estabilidade ou o desempenho foi afetado, se o sistema funciona melhor com ou sem os patches de correções. Envie seu feedback aqui.


FONTE: Softpedia

Comentários