Lançado o DXVK 0.42 com melhorias para gráficos e para o uso de recursos da CPU


Foi lançada hoje (14) mais uma nova versão do DXVK, o projeto de código aberto que implementa a API Direct3D 11 sobre a Vulkan para oferecer um maior desempenho dos jogos que são executados com o Wine no Linux. Entre as novidades do DXVK 0.42, está o suporte para as funções DXGI Gamma Control, a fim de lidar com todas as configurações de gama em jogos diferentes.

Além disso, foi implementado também uma mudança para evitar a compilação do mesmo shader DXBC várias vezes, conservando assim os recursos da CPU. Outra novidade importante é o suporte para a semântica de HLSL ausente, necessário para suportar shaders tessellation e geometry.

Quando se trata de correções de bugs, há melhorias adicionadas para o game World of Warships ao usar o métodos de anti-alising MSAA, correções para Ni No Kuni II, a falta de contornos inimigos para o Overwatch e outras correções.

Para mais detalhes sobre o DXVK, não deixe de conferir a página do projeto no GitHub, clicando aqui.

O DXVK já tem mostrado grandes progressos

Se você costuma usar o Windows em dual boot para curtir aquela jogatina ou se você já usa o Wine para rodar seus jogos favoritos que ainda não possuem suporte para a plataforma Linux — levando também em consideração que sua placa de vídeo possui suporte para a API Vulkan —, é bom ficar de olho no DXVK.

Isso porque o DXVK já tem mostrado grandes progressos ao rodar games de peso famosos como, por exemplo, GTA V, The Witcher 3, Project CARS e Titanfall 2. Confira logo abaixo dois vídeos, dos canais Livre Software e Tuxter Games respectivamente, que separamos para você entender o quanto o DXVK evoluiu desde quando publicamos o nosso primeiro artigo sobre o projeto:






FONTE: Phoronix | Livre Software | Tuxter Games

Comentários