Microsoft anuncia o Azure Sphere OS, seu novo sistema operacional baseado no Linux


Se você ainda tinha dúvidas de que a Microsoft realmente ama o Linux, é bom repensar o assunto. A empresa de Redmond criou seu próprio kernel Linux customizado para o seu novo sistema operacional, o "Azure Sphere OS", criado especialmente para dispositivos da Internet das Coisas (IoT). A Microsoft está usando o Linux como parte de um novo produto chamado Azure Sphere.

Ao anunciar as notícias (algo inacreditável) em um evento em São Francisco, EUA, em 16 de abril, o presidente da Microsoft, Bad Smith, disse o seguinte: “Depois de 43 anos, este é o primeiro dia em que estamos anunciando e distribuindo um kernel Linux personalizado". O Azure Sphere é uma nova solução de tecnologia da Microsoft projetada para proteger microprocessadores usados ​​em pequenos dispositivos e a IoT, como explica este vídeo:



O objetivo é garantir futuros dispositivos inteligentes por meio de uma parceria de três partes: um novo design de microcontrolador (MCU), a "distribuição Linux" Azure Sphere OS e a segurança de nuvem do Azure Sphere.

“É um kernel Linux personalizado complementado pelos tipos de avanços que criamos no próprio Windows. É um passo importante para nós. É um passo importante, penso eu, para a indústria. E nos permitirá apoiar a tecnologia de uma maneira que acredito que o mundo precisa”, diz Bad Smith.

A Microsoft ama o Linux, lembra?

Esta novidade pode não ser uma surpresa para muitos. Ainda em 2016, a Microsoft juntou-se à Linux Foundation. Desde então, a empresa vem tratando o sistema do pinguim como um igual, integrando o Linux em suas soluções de nuvem e trazendo ferramentas do Linux, como o Bash, para o desktop do Windows através do Windows Subsystem for Linux (WSL).


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários