O Ubuntu 18.04 LTS integra o Livepatch para atualizações do kernel sem reinicialização


O próximo Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver) está vindo com um novo recurso que pode tornar mais fácil para os usuários usarem o Canonical Livepatch Service. Trata-se de uma solução gratuita e comercial para aplicar as atualizações de segurança do kernel Linux sem reiniciar o computador. Inicialmente projetado para a série 16.04 LTS (Xenial Xerus) do sistema operacional, o serviço está chegando em um formato mais fácil de usar no Ubuntu 18.04 LTS, que possui lançamento marcado para 26 de abril.

O utilitário "Software & Updates" (Programas e atualizações) encontrado na instalação padrão do Ubuntu agora integra o serviço Canonical Livepatch na aba Updates (Atualizações), mas, para usá-lo, você terá que criar uma conta Ubuntu SSO (Single Sign-On) e fazer o login nela clicando no botão "Sign In".


"Ainda estamos trabalhando para adicionar uma nova experiência de login inicial para orientar as pessoas na configuração do LivePatch e na tomada de decisões sobre o compartilhamento de informações do sistema. Esse trabalho chegou ao repositório e foi revisado para inclusão, mas temos que finalizar os projetos e eliminar os últimos bugs", diz Will Cooke, da Canonical.

Prometendo aumentar a segurança do seu computador com Ubuntu entre as reinicializações, o Canonical Livepatch oferece um método mais conveniente para a instalação de patches do kernel, que a Canonical lança regularmente para todos os seus lançamentos oficialmente suportados do Ubuntu. No entanto, sua funcionalidade é limitada a apenas três máquinas.

Se você precisar usar o Canonical Livepatch em mais de três computadores, terá que adquirir uma assinatura do Ubuntu Advantage. Como esperado, o serviço Livepatch usa as tecnologias Snappy, também da Canonical, para aplicar patches de segurança do kernel sem reinicializações via pacotes Snap.

Mas a boa notícia para os usuários do Ubuntu 18.04 LTS é que eles não precisam mais ativar o LivePatch em seu sistema para usá-lo. Você receberá automaticamente livepatches do kernel assim que estiverem disponíveis.


FONTE: Softpedia | Ubuntu Insights
IMAGEM: OMG! Ubuntu!

Comentários