AMD publica o suporte open source da GPU Vega 20 para Linux


A AMD publicou hoje, 15 de maio, seu grande conjunto de patches para o kernel Linux que trazem o suporte open source para a Vega 20 que, de acordo com alguns vazamentos, supostamente é uma GPU de 7nm e que pode ser 70% mais rápida do que a atual Radeon RX Vega 64. Espera-se que a Vega 20 ofereça até 32 GB de memória HBM2 e seja anunciada neste ano, mas há quem acredite que a GPU pode ser apenas mais indicada para deep learning e não focada como uma placa gráfica de jogos, isto é, pelo menos não inicialmente.

Os novos 57 patches adicionam suporte para a Vega 20 no driver de kernel AMDGPU DRM. Esse novo suporte equivale a quase 13.000 novas linhas de código. Com esses patches, a próxima GPU da AMD estará usando muitos dos mesmos caminhos de código do driver para a Vega 10. As novas implementações também trazem suporte para uma nova versão, a 7.2, da decodificação de vídeo UVD.

Existem seis IDs PCI atualmente associadas como sendo da GPU Vega 20, o que inclui 0x66A0, 0x66A1, 0x66A2, 0x66A3, 0x66A7 e 0x66AF. Contudo, isso não significa necessariamente que haverá seis SKUs (Stock Keeping Unit) diferentes, pois o fornecedor de hardware reserva IDs extras no caso de revisões e novos produtos futuros ou também para modelos de engenharia.

Por enquanto, o suporte para a Vega 20 no Linux depende do parâmetro de módulo do kernel amdgpu.exp_hw_support=1 até que tudo esteja estável para o usuário final. Dado o tempo desses patches, é provável que este suporte experimental para hardware Vega 20 esteja oficialmente disponível no próximo Linux Kernel 4.18.

Os patches lançados hoje estão todos no lado do driver do kernel, enquanto que ainda devem ser publicados mais novos patches para o driver RadeonSI Gallium3D e aos outros componentes do driver de espaço do usuário. Mais novidades sobre a Vega 20, bem como mais informações de implementações para esta GPU no Linux, podem chegar em breve.


FONTE: Phoronix

Comentários