Canonical anuncia o Ubuntu para o Amazon Elastic Container Service for Kubernetes


A Canonical anunciou na última quarta-feira (6) que o seu sistema operacional Ubuntu agora está disponível no Amazon Elastic Container Service for Kubernetes (Amazon EKS), um serviço gerenciado que facilita a execução do Kubernetes na AWS, eliminando a necessidade dos usuários de instalar e operar seus próprios clusters do Kubernetes.

"Os benefícios da otimização do Ubuntu pela Amazon e Canonical agora se estendem ao Amazon Elastic Container Service for Kubernetes (Amazon EKS) com nós de trabalho do Ubuntu hospedando containers Docker de alto desempenho na AWS. Isso cria uma portabilidade perfeita para cargas de trabalho corporativas desenvolvidas em estações de trabalho Ubuntu e operadas em infraestrutura privada com a distribuição de Kubernetes upstream da Canonical", diz a Canonical em seu anúncio oficial.

Vantagens do Ubuntu no Amazon EKS

Projetado para portabilidade de containers, o Ubuntu no Amazon EKS promete um conjunto de ótimas otimizações sobre o Ubuntu na AWS. Entre elas, podemos mencionar velocidades de inicialização do kernel até 30% mais rápidas, suporte para i3.metal, melhor suporte a classe de instância i3 com discos de armazenamento NVM Express (NVMe) para IO extremo, Elastic Network Adapter (ENA) com suporte para interfaces de rede de até 25 Gbps, bem como atualizações contínuas de segurança e manutenção para lidar com falhas críticas.

Na infraestrutura privada, os hosts do Ubuntu oferecem a mesma dinâmica de tempo de execução de outras implantações do Kubernetes baseadas no Ubuntu, contanto também nós de trabalho criados com base na nova imagem de base mínima do Ubuntu, projetada para reduzir drasticamente tanto a seção transversal de segurança quanto o tamanho da imagem do Ubuntu na AWS. Isso facilita a personalização dos nós do host do container do Ubuntu no Amazon EKS para atender as necessidades corporativas.

Os hosts do Ubuntu no Amazon EKS também podem ser integrados a infraestruturas corporativas existentes para compatibilidade binária com suas linhas de produção, teste e desenvolvimento, melhor segurança com riscos mínimos, maior produtividade com menos deltas, melhor economia em nuvens públicas e privadas, bem como velocidade melhorada com ferramentas de desenvolvimento amplamente utilizadas.

O Ubuntu para o Amazon EKS está disponível no AWS Marketplace e podem ser iniciados usando estas instruções.


FONTE: Softpedia | Canonical

Comentários