Saiba como agendar backups de seus arquivos para o Google Drive no Ubuntu


Se você procura alguma maneira de fazer backup de seus arquivos para a nuvem de forma automática, a ferramenta Déjà Dup já vem instalada por padrão em diversas distribuições Linux com o GNOME, como é o caso do Ubuntu, e pode ser a solução de que você procura. Isso é possível graças a integração do aplicativo com o GNOME Online Accounts, permitindo o agendamento de backups de arquivos, pastas e até de sistemas inteiros diretamente no serviço de armazenamento gratuito da Google.

Esses backups de arquivos podem também acontecer com frequência sempre que você quiser, além de serem executados automaticamente em segundo plano. Além disso, como não poderia ser diferente, também é possível restaurar backups de arquivos do Google Drive para o seu sistema operacional local. Se este prático recurso de backup soar como algo que você deseja usar, continue lendo para saber mais como usá-lo.

Agendando backups no Google Drive usando o Déjà Dup

Para agendar backups no Google Drive, primeiro você deve fazer login com a sua conta Google nas Contas Online do GNOME. Caso você não tenha o Déjà Dup instalado, clique aqui para obter o aplicativo através do Ubuntu Software ou execute no terminal:  sudo apt install deja-dup .


Em seguida, abra o aplicativo de backup e, na sessão "Local de armazenamento", selecione sua conta do Google Drive. Você também pode definir um nome personalizado para a sua pasta de backup (por exemplo, “backups do ubuntu”).


Por padrão, o Déjà Dup fará backup de toda a sua pasta pessoal para a nuvem no momento em que você pressionar o botão “Fazer backup agora”. No entanto, a ferramenta permite que você escolha quais pastas fazer backup e quais ignorar.

Você não precisa digitar manualmente nomes de caminho para diretórios, apenas, clique no botão "+" para adicionar pastas para backup, ou clique no botão "-" para remover um diretório. Os arquivos e pastas que você faz backup usando o aplicativo não são armazenados como arquivos comuns, mas como arquivos tar em um formato “opaco”.

Este formato de arquivo personalizado é necessário para suportar os recursos do utilitário, incluindo: encriptação, compressão e para manter as permissões dos arquivo. A desvantagem disso é que os arquivos de backup só podem ser restaurados usando o Déjà Dup ou outro aplicativo baseado na ferramenta de linha de comando “Duplicity”.

A Google oferece em seu serviço 15 GB de armazenamento gratuito na nuvem, mas, se você precisa de mais espaço, você pode querer usar outra coisa. O Déjà Dup oferece suporte a uma variedade de locais de armazenamento, incluindo discos rígidos, dispositivos USB e suporte para o Nextcloud.


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários