Versão beta do Kdenlive de ''próxima geração'' já está disponível para teste


Uma nova versão beta do editor de vídeos Kdenlive de "próxima geração" já está disponível para download. Os desenvolvedores já estão se preparando para o próximo lançamento do software, que deve chegar com a pilha de aplicativos KDE Applications 18.08 e que possuirá sua base de código significativamente melhorada. Mas, para ajudar a eliminar os bugs, os usuários devem testar e enviar feedback.

"Depois de mais de um anos e meio de trabalho, estamos planejando lançar a versão de refatoração do Kdenlive em agosto como parte do lançamento do KDE Applications 18.08. Mas tomar essa decisão não é fácil. A maior parte do código foi reescrita, o que também significa muitas regressões possíveis. Então, enquanto estamos muito animados para ter a oportunidade de finalmente divulgar nosso trabalho para o público, também é um pouco estressante", diz os desenvolvedores no anuncio oficial.

As novidades do próximo Kdenlive 18.08

A maior e mais significativa “mudança” no Kdenlive 18.08 está naquilo que você não pode ver, ou seja, na base de código, que foi refatorada. Isso basicamente significa que o editor de vídeo agora possui um código mais enxuto e mais limpo, o que permite uma melhor experiência de desenvolvedor, garantindo mais correções e a adição de novos recursos com mais freqüência e com menos esforço.


Há também algumas melhorias mais visíveis e novos recursos, como é o caso das faixas de vídeo e de áudio que agora são divididas automaticamente, a capacidade de desativar/ativar clipes da timeline, slowmotion melhorado, interface de keyframe para efeitos, a possibilidade de ativar as pré-visualizações de clipes de baixa resolução para renderização mais rápida, a capacidade de usar guias de sobreposição diferentes em monitores distintos e muito mais.

Se você quer contribuir com o desenvolvimento do Kdenlive 18.08, ajudando a testar seus novos recursos e enviando feedback, é possível baixar a nova versão beta do editor através deste link. O arquivo baixado estará no formato AppImage, basta dar permissão de execução (clicando com o botão direito do mouse e indo em Propriedades ➞ Permissões) e um duplo-clique para iniciar o software.


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários