Ubuntu 18.10 não contará com integração por padrão com o Android


Diferente do que era esperado, o Ubuntu 18.10 não será lançado com integração por padrão com o Android. O recurso, que é fornecido pela extensão GSconnect, uma implementação para o GNOME Shell do serviço KDE Connect, foi proposto para inclusão na versão final do Ubuntu 18.10 no início do ciclo de desenvolvimento por Will Cooke, gerente de desktop do Ubuntu, mas parece que a ideia não vingou.

Muitos usuários do Ubuntu ficaram animados com a ideia de poder inicializar o Ubuntu e ver as notificações do Android diretamente da área de trabalho, transferir arquivos do smartphone para o Ubuntu ou do computador para um dispositivo móvel usando o gerenciador de arquivos Nautilus, monitorar a duração da bateria, acompanhar as chamadas, enviar mensagens SMS e muito mais.

No entanto, os desenvolvedores do Ubuntu acreditam que essa pequena extensão ainda não está tão madura para aparecer em (milhões de) desktops de usuários por padrão.

O GSconnect estará disponível no Ubuntu Software

A boa notícia é que a extensão GSconnect, disponível gratuitamente no site GNOME Extensions, estará disponível para instalação usando o Ubuntu Software. Andy Holmes, desenvolvedor do GSConnect, também está trabalhando em uma nova versão da extensão que foi reescrita do zero.

E é justamente essa nova versão da extensão que os desenvolvedores do Ubuntu empacotaram para inclusão no repositório “universe” para o Ubuntu 18.10. Embora os softwares disponíveis em universe não sejam “oficialmente suportados pela Canonical, são mais fáceis de instalar.

Uma vez que o GSconnect esteja disponível no Ubuntu Software, os desenvolvedores planejam promover o add-on para que os usuários possam contribuir com feedback, além de encorajar testes com o objetivo mais amplo de incluir a extensão por padrão no Ubuntu 19.04.

Outros planos para o Ubuntu 18.10 que não foram adicionados nesse ciclo de desenvolvimento por um motivo ou outro incluem o comportamento Unity de adicionar ícones para aplicativos recém-instalados no Dock, a capacidade de clicar com o botão do meio no indicador de som para silenciar e a capacidade de oferecer uma alternância de baixa largura de banda para limitar o uso de dados por aplicativos e serviços em segundo plano (incluindo o snapd).

Ainda há muito o que esperar: o novo tema Yaru por padrão, melhor velocidade de inicialização dos aplicativos Snap padrão, como a calculadora e o monitor do sistema, LibreOffice 6.1, GNOME 3.30 e a capacidade de ver o status "editor verificado" de aplicativos Snap na loja Ubuntu Software.


FONTE: OMG! Ubuntu!

Comentários