Aplicativos no formato Flatpak agora podem rodar no Windows


O criador do Flatpak e líder do desenvolvimento do famoso formato universal, Alexander Larsson, da Red Hat, conseguiu fazer com que aplicativos Flatpak fossem capaz de ser executados no Windows 10. Contudo, antes que você fique muito animado, é importante ressaltar desde o início que o suporte para o formato requer o Windows Subsystem for Linux (instalando o "Ubuntu Bash for Windows", por exemplo), assim como a necessidade de instalar um servidor Win32 X11 Server.

Além disso, devido à dependência do Windows Subsystem for Linux (WSL) em vez de qualquer suporte nativo do Windows, os aplicativos Flatpak perdem seu sandboxing de segurança devido à implementação do WSL que não oferece suporte à computação segura do seccomp.

"Como eu brinquei na semana passada, eu recentemente brinquei com o WSL, que permite que você execute aplicativos Linux no Windows. Isso não é necessariamente muito útil, pois não há realmente falta de aplicativos nativos no Windows, mas ainda é interessante do ponto de vista técnico", diz Alexander Larsson.


"Flatpak no windows. Tem algumas soluções hacky, mas basicamente funciona..."

O desenvolvedor também publicou uma ramificação do código do Flatpak no repositório do projeto no GitHub com todas as alterações necessárias para que o formato universal de aplicativos do Linux funcionasse no Windows 10/WSL, incluindo também algumas instruções de build.

Embora exista muitas ressalvas sobre como os Flatpaks vão funcionar e o quão bem, Alexander Larsson foi capaz de rodar os jogos Flatpak, aplicativos do GNOME e KDE, e muitos outros apps para desktop, como o Telegram.

Mais detalhes para os interessados estão disponíveis no blog de Alexander Larsson.


FONTE: Phoronix [1]  [2]

Comentários