Dev independente do Nouveau já está trabalhando no suporte para as placas GeForce RTX


As placas de vídeo NVIDIA GeForce RTX 2080 só estão oficialmente sendo lançadas hoje, mas pelo menos um desenvolvedor independente do Nouveau está com o novo hardware em mãos e já está começando a trabalhar no processo de engenharia reversa para eventualmente obter suporte para as GPUs Turing com o driver open source.

Assim como acontece em cada ciclo, geralmente existe um longo processo de atualização para que o driver ofereça suporte a um novo hardware. Começando com display lit-up e o Kernel Mode Setting (KMS) ativado, seguido pelo eventual suporte para o OpenGL e 3D acelerado pelo hardware, que desde as GPUs Maxwell da série GTX 900 exige que a NVIDIA libere imagens de firmware assinadas. Geralmente os esforços para se obter o KMS tem sido relativamente rápido, mas veremos em breve se muita coisa mudou no lado do suporte para exibição para as GPUs Turing.

Embora não forneça o firmware, a NVIDIA contribui com o hardware

Como vem acontecendo há algumas gerações, parece que a NVIDIA enviou hardware para alguns desenvolvedores do Nouveau, enquanto que no lado do desktop sua posição oficial permanece para não ajudar ativamente e nem atrapalhar esses desenvolvedores que trabalham no suporte de código aberto do Nouveau.


A empresa geralmente distribui com os principais desenvolvedores do Nouveau dando acesso ao hardware, respondem a algumas perguntas sobre a programação do driver e ocasionalmente vemos algum tipo de documentação sendo publicada. No lado do chip Tegra é onde a NVIDIA contribui ativamente para o suporte com o driver open source.

Os trabalhos já começaram

Desenvolvedor independente no Nouveau, Rhys Kidd, que anteriormente trabalhou também no suporte para a GPU Pascal GP100, entre outras, parece ter agora acesso às novas GeForce RTX e já publicou alguns patches iniciais adicionando suporte a Envy Tools, o conjunto de ferramentas usado pelos desenvolvedores do driver open source para ajudar na engenharia reversa do comportamento do driver proprietário da NVIDIA para Linux.

Envy Tools possui ferramentas para ajudar na compreensão de seu fluxo de bits de vídeo, acesso a registros das GPUs NVIDIA, análise de montagem, bancos de dados de registros MMIO, estruturas de memória e outros documentos e ferramentas. 

Os patches do desenvolvedor possuem detecção inicial para as GPUs TU102 e TU104, detecção de memória de vídeo GDDR6 e outros bits iniciais. É provável que seja uma tarefa difícil na esperança de ver qualquer suporte para KMS e exibição para as GPUs Turing no próximo ciclo do Linux Kernel 4.20 (possivelmente 5.0), enquanto que para qualquer aceleração de hardware é algo improvável, especialmente dependendo do tempo que a NVIDIA leva para publicar as imagens de firmware assinadas.

Por enquanto, apesar de toda a bagunça do suporte para re-clocking, o melhor suporte ao driver Nouveau ainda está nas GPUs GeForce GTX 600/700 "Kepler". Para um maior desempenho e suporte, especialmente com jogos, o driver oficial da NVIDIA é de longe a melhor opção.


FONTE: Phoronix

Comentários