Lançado o DXVK 0.72 com mais opções de configuração e correções para jogos


Foi lançado nesta sexta-feira (14) mais uma nova versão do DXVK, a 0.72, que chega trazendo mais opções extras de configuração e correções específicas para alguns jogos. O DXVK é um projeto que permite que você execute aplicações e jogos D3D11 e D3D10 sobre a Vulkan no Linux usando o Wine. A implementação também faz parte do Steam Play, da Valve.

A nova versão do DXVK corrige problemas com  Assassin's Creed Syndicate e Origins, Batman Arkham Knight, Dragon Quest XI, bem como um problema que afetou tanto Tomb Raider (2013) quanto Shadow of the Tomb Raider. Um detalhe interessante é que agora usuários com GPUs NVIDIA terão seu hardware detectado pelo DXVK como sendo da AMD para determinados jogos.

Isso ajuda a corrir problemas com alguns títulos, onde não podem ser executados. Caso você possua uma placa NVIDIA, Batman: Arkham Knight, por exemplo, estará sendo definido como estando sempre em execução com uma GPU da AMD, algo que corrige uma falha no "Detective Mode". Para as opções de configuração, agora é possívet ter acesso a:
  • d3d11.maxTessFactor - para limitar o fator máximo de tessellation
  • d3d11.samplerAnisotropy - para impor ou desabilitar a filtragem anisotropic
  • dxgi.numBackBuffers - para substituir o número de buffers de retorno de cadeia de troca
  • dxgi.syncInterval - para impor ou desabilitar o Vsync
"O número de buffers de troca solicitados pelo jogo é agora honrado por padrão, ou seja, jogos que solicitam uma cadeia de troca com buffer triplo sem o VSync agora usarão uma cadeia de troca de buffer triplo da Vulkan", explica Philip Rebohle, desenvolvedor do DXVK.

Para mais detalhes técnicos sobre o DXVK 0.72, não deixe de conferir o anúncio oficial, clicando aqui.


FONTE: GamingOnLinux

Comentários