Mesa recebe correções para Wolfenstein: The Old Blood rodando no Steam Play


Enquanto os drivers Mesa que lidam com o OpenGL e Vulkan amadureceram especialmente nos últimos dois anos para melhorar a experiência dos jogos na plataforma Linux em hardware AMD e Intel, agora com o Steam Play, da Valve, permitindo que mais jogos do Windows rodem no Linux via Proton/Wine, isso faz com que o Mesa precise de mais otimizações, soluções alternativas e que possa lidar com outras complexidades. O mais recente título a receber um tratamento especial é Wolfenstein: The Old Blood.

Com a mais recente versão de desenvolvimento do Mesa, o jogo deve estar trabalhando no Steam Play com os drivers open source Gallium3D ou pelo menos em breve      já que está funcionando bem para os jogadores Linux no Steam Play usando o driver proprietário da NVIDIA. No último sábado (8), Timothy Arceri, membro da equipe de drivers de vídeo para Linux da Valve, adicionou uma alteração no Mesa para que a extensão ARB_vertex_buffer_object seja agora exposta nos contextos de perfil principal do OpenGL pelos drivers Gallium3D.

A funcionalidade vertex buffer object (VBO) foi promovida há muito tempo como uma extensão do OpenGL e o driver proprietário da NVIDIA já estava expondo com segurança a extensão, que é exigida por alguns jogos, incluindo Wolfenstein: The Old Blood. Felizmente, trata-se de uma correção fácil de ser implementada no Mesa, necessitando apenas de uma pequena alteração.



Wolfenstein: The Old Blood foi lançado para o Windows em 2015 e é desenvolvido com a engine id Tech 5. Com a versão de desenvolvimento do Mesa, este jogo funcionará bem com o RadeonSI, driver Gallium3D para placas de vídeo AMD, pelo menos de outra forma ele parece funcionar muito bem na pilha de drivers NVIDIA para Linux.


FONTE: Phoronix

Comentários